close
logorovivo2

SAUDÁVEL: Dieta do microbioma ajuda na digestão

É indicada principalmente a quem tem problemas de intestino

DA REDAÇÃO

24 de Agosto de 2018 às 12:57

SAUDÁVEL: Dieta do microbioma ajuda na digestão

FOTO: (Divulgação)

Embora uma alimentação variada e que se foque em produtos naturais seja a preferência da maioria, não são poucos os que optam por dietas que se foquem em um só aspecto, seja para compor a base da alimentação ou a eliminar da rotina alimentar.

 

Inúmeras bactérias vivem no organismo humano, que influenciam a forma como o mesmo funciona e são por sua vez influenciadas pelos alimentos que ingerimos.

 

Seguindo essa lógica, o microbioma é o conjunto de genes que atuam em importantes funções como a absorção de nutrientes e a própria digestão. Por isso, facilmente se prevê que a dieta em questão pretende, através dos alimentos certos, influenciar positivamente o funcionamento interno do corpo humano.

 

Ela se baseia na ingestão de frutas e vegetais sem amido como os citrinos, maçã, melão, couve flor, espinafres ou brócoles, proteína magra e alimentos fermentados. De fora, devem ficar a comida processada, açúcar, soja, glúten e lacticínios.

 

Muito vago? Há um guia que pretende orientar quem quer experimentar a dieta do microbioma e que se divide num plano de três passos, desenhado por um especialista em saúde intestinal. Para ele, a primeira fase, que dura 21 dias, deve se basear em remover as bactérias ‘ruins’ e aumentar a ingestão das boas. A segunda fase, de quatro semanas, dedica-se a dar um boost de energia ao metabolismo e, na terceira, ensina-se a manter uma alimentação saudável durante toda a vida.

 

Segundo Charles Passler, o especialista que desenvolveu o plano, esta é uma dieta indicada a todos os que sofrem de problemas intestinais e de digestão, já que a presença de bactérias ‘ruins’ nos intestinos pode levar a graves problemas como inchaço, síndrome do intestino irritado, colite, artrite reumatóide, problemas de pele, supressão imunológica, ganho de peso e até depressão.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS