close

JOGÃO: Finalistas da Copa de 1994, Brasil e Itália se enfrentam hoje em amistoso

No Benfica, as seleções finalistas do Mundial de 94 se reencontram em partida histórica para o futebol brasileiro, por marcar o Tetracampeonato do Brasil. O jogo reune ex-craques como Bebeto, Romário, Taffarel, Baresi, Albertini e Zola

DIÁRIO DO NORDESTE

9 de Janeiro de 2020 às 08:34

JOGÃO: Finalistas da Copa de 1994, Brasil e Itália se enfrentam hoje em amistoso

FOTO: (Divulgação)

Para quem não conseguiu acompanhar ao vivo o Tetra do Brasil em 1994, a oportunidade de assistir quem fez história com as camisas do Brasil e da Itália chegou. O Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza, no Ceará, recebe hoje (9), às 21h30, um amistoso entre as equipes finalistas da Copa do Mundo de 94, quando a Seleção canarinha faturou o título, nos Estados Unidos.

 

A partida é a 1ª de muitas do torneio de futebol de Masters, que deve rodar o País reeditando confrontos históricos entre as seleções. Romário, Bebeto e Taffarel, comandados por Carlos Alberto Parreira, vão liderar novamente o Brasil contra e squadra azzura, de Arrigo Sacchi, que conta com Franco Baresi, Costacurta, Zola, entre outros.

 

Roberto Baggio, o camisa 10 e lendário craque que perdeu o pênalti na decisão, não irá participar do momento, assim como seu irmão, Dino, e o goleiro titular na época, Pagliuca. No lado brasileiro, Dunga, Raí, Leonardo e Branco também não entrarão em campo.


Ontem, as equipes treinaram em tom de descontração no PV, acompanhadas de outros ex-atletas, como Washington Coração Valente, Jardel e o lateral Serginho, que acompanhou a seleção visitante.

 

Descontraído


Antes do reencontro, o treinador Carlos Alberto Parreira comentou sobre o reencontro com seus ex-atletas e admitiu que não cobrou tanto no treino do dia anterior. “Se nós puxássemos muito no treino, ninguém conseguia jogar”, brincou o comandante do tetra.
Ídolo nacional pelas atuações na Copa do Mundo de 94, Romário não treinou com o resto do time, pois chegou em Fortaleza hoje, mas se junta à equipe e deve ser titular, formando assim, a mítica dupla do Tetra com Bebeto.

 

O atacante Bebeto, um dos heróis do Tetra, concedeu entrevista ao Sistema Verdes MaresFOTO: JOSé LEOMAR

 

Capitão da Seleção no jogo hoje pela ausência de Dunga, o goleiro Taffarel espera uma grande torcida para reviver um momento que tanto marcou essa geração.


“Chegamos muito unidos pra Copa. E essa força não acabou depois do Mundial. Quando nos encontramos, é impressionante como nos damos bem, revivemos aqueles momentos e nos fortalecemos. Estamos muito entusiasmados pela partida de hoje”, contou um dos heróis brasileiros da época.


Os ingressos para a partida custam R$ 20,00 e estão disponíveis online no endereço https://selecaotetra94.com.br/, assim como nas bilheterias do estádio e em outros pontos de venda informados no site.

 

Mudanças no futebol


Do lado italiano, além de craques em campo, a equipe também tem outro no comando. Um dos maiores técnicos da história do futebol, o italiano Arrigo Sacchi, de 73 anos, revolucionou a tática no esporte no final dos anos 80 com o Milan campeão da Europa e do Campeonato Italiano.


Na coletiva antes do jogo, o treinador comentou sobre as mudanças no “calcio” em seu país e no Brasil. “Acho que, hoje, o futebol brasileiro está um pouco atrás do italiano. Parece que depois da semifinal contra a Alemanha, em 2014, o futebol no Brasil travou”, comentou Sacchi.

Ídolo nacional pelas atuações na Copa do Mundo de 94, Romário não treinou com o resto do time, pois chega a Fortaleza hoje, mas se junta à equipe e deve ser titular, formando assim, a mítica dupla do Tetra com Bebeto.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS