close

TETRATLO: Atleta rondoniense bate recorde nos Jogos Escolares da Juventude

Com a medalha de ouro, a delegação rondoniense do atletismo despede do brasileiro escolar em Santa Catarina com missão cumprida

SECOM - GOVERNO DE RONDÔNIA

26 de Novembro de 2019 às 15:19

TETRATLO: Atleta rondoniense bate recorde nos Jogos Escolares da Juventude

FOTO: (SECOM-GOVERNO DE RONDÔNIA)

A atleta Alinny Oliveira escreveu mais uma página de conquista de medalha de ouro para Rondônia nos Jogos Escolares da Juventude (JEJ), que segue até o próximo dia 30, em Blumenau (SC). Da categoria infantil, a menina superou o recorde na modalidade Tetratlon do brasileiro escolar liderando a prova de ponta a ponta e superando atletas de Santa Catarina e do Espírito Santo, estados com tradições nesse esporte.

 

Estudante da escola estadual Tancredo Neves, em Porto Velho, Alinny carrega na bagagem esportiva treinos e muita força de vontade adquiridos com o incentivo do técnico Aloísio Medeiros, da mesma escola. “Dedico esse ouro aos meus pais, amigos e, sobretudo, ao professor Aloísio que viu em mim potencial para me tornar uma atleta de ponta”, disse a garota, emocionada após conhecer o resultado no final da última prova do tetratlo, os 600 metros.

 

Essa menina vale ouro mesmo. Ela dedica-se aos treinos e se esforça cada dia mais chegando a treinar corridas de velocidade e de meio-fundo nas ruas do bairro onde mora. Descobri o talento da Alinny nos treinos escolares. Ela vai longe”, comemora o professor Aloisio Medeiros, o fruto do comprometido trabalho entre técnico e atleta.

 

 

 

Após o resultado da prova com vitória, Alinny telefona à mãe, em Porto Velho, ao tempo em que recebe o afago do técnico Aloisio Medeiros

 

 

 

O tetratlo é uma modalidade que combina quatro provas do atletismo: velocidade e meio-fundo, salto em distância e lançamento de peso. Na prática, Alinny apresentou resultados surpreendentes. Ao final de toda a prova, a aluna-atleta ficou a 275 pontos à frente da segunda colocada, Santa Catarina; e, 299 pontos da medalhista de bronze, do Espírito Santo; registrando 2287 pontos e quebrando o record dos Jogos Escolares da Juventude.

 

Emocionada, a atleta disse que a prática esportiva é fundamental para crianças e adolescentes. “Quando estou praticando o esporte, os problemas desaparecem. Sinto-me leve e realizada”, disse, reforçando que o “esporte traz muitos benefícios a quem pratica, dentre eles, o afastamento do convívio de más companhias”.

 

Com a medalha de ouro, a delegação rondoniense do atletismo despede do brasileiro escolar em Santa Catarina com missão cumprida. “Trouxemos 18 atletas e participamos de sete finais com nove atletas. É um incentivo a nós professores, técnicos, atletas e dirigentes. Vamos nos preparar melhor para 2020”, opinou o outro técnico do atletismo, professor Paulo Henrique Ribeiro.

 

No segundo bloco de atividades esportivas que se encerram nesta segunda-feira (25), os atletas de Rondônia participaram de duas modalidades: atletismo e badminton. “Nossos atletas suaram as camisas e deram o melhor em cada partida, prova e disputa. Não é tarefa fácil, mesmo o enfrentamento com adversários tão bem preparados de vários estados. Assim é o esporte. Estamos orgulhosos pela medalha de ouro no atletismo e pela de prata, conquistada no judô no primeiro bloco da competição”, avalia o chefe de delegação, professor Ítalo Aguiar.

 

 

 

 

Responsável direto pela organização dos Jogos Escolares de Rondônia (Joer), realizado pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc), competição estadual classificatória ao brasileiro escolar, Ítalo Aguiar implantou uma nova gestão e formato ao Joer. Desde então, Rondônia envia representantes anualmente ao evento esportivo nacional.

 

O terceiro bloco de competidores de Rondônia chega a Blumenau na terça-feira e iniciam as atividades no dia seguinte contra atletas de todos os estados brasileiros nas modalidades de vôlei de praia, xadrez, tênis de mesa, ginástica rítmica, natação e ciclismo.

 

Os Jogos Escolares são o maior evento esportivo do país, realizado pelo Comitê Olímpico do Brasil (COB) em 14 modalidades para estudantes atletas de 12 a 17 anos, até o próximo dia 30. Em Blumenau, a competição reúne o maior número de competidores da história dos jogos, 4998 alunos-atletas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS