close
logorovivo2

Real Madrid desiste de contratar Neymar após acusação de estupro

Volta do técnico Zidane ao comando da equipe já era empecilho para contratação, mas histórico de polêmicas do brasileiro pesou

METRÓPOLES

4 de Junho de 2019 às 11:09

Real Madrid desiste de contratar Neymar após acusação de estupro

FOTO: (Divulgação)

A acusação de estupro da qual o jogador brasileiro Neymar é alvo já reflete na Espanha. Com o atacante envolvido em mais um episódio negativo, o Real Madrid, clube que mais vezes ganhou a Champions League, com 13 títulos, desistiu do projeto de contratá-lo. É o que informa o jornal espanhol AS, em sua reportagem de capa nesta segunda-feira (03/06/2019).

 

Neymar era um desejo antigo do clube madrilenho. Recentemente, a imprensa espanhola chegou a noticiar que Wagner Ribeiro, agente do atleta, esteve em Madrid para tentar uma nova aproximação.

 

No entanto, desde a volta do técnico francês Zidane, que não é a favor de sua contratação, as portas do Real já não estavam tão abertas quanto antes. As recentes polêmicas, culminando com a acusação de estupro, também pesaram para essa decisão.

 

“O estilo de vida que ele leva, as polêmicas e a trajetória em Paris criaram uma desconfiança no Real Madrid, que constatou, através de pesquisas entre torcedores do clube, que o jogador já não é um dos favoritos entre os sócios, que não querem a contratação”, diz trecho da reportagem.

 

O jogador Neymar da Silva Santos Junior é investigado, em São Paulo, depois que uma mulher o denunciou por um estupro que teria acontecido no Hotel Sofitel Paris Arc de Triomphe, em Paris. Em depoimento que durou mais de três horas, de acordo com o boletim de ocorrência (BO) obtido pelo Metrópoles, ela afirmou que, “aparentemente embriagado”, o jogador a forçou a ter uma relação sexual.

 

Segundo o relato da vítima, que não foi identificada no BO com base em um protocolo de segurança, o fato aconteceu no dia 15 de maio, mas só foi registrado nessa sexta-feira (31/05/2019), na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) em Santo Amaro, em São Paulo. Ela disse à polícia que estava emocionalmente abalada e teve medo de registrar o caso na França.

 

A mulher contou que conheceu Neymar pelo Instagram, e os dois começaram a trocar mensagens. No dia 12 de maio, um assessor do jogador, identificado como “Gallo”, entrou em contato para fornecer passagens para o embarque no dia 14 de maio.

 

Ela chegou a Paris no dia seguinte e ficou hospedada no hotel de luxo, ao qual o jogador teria chegado por volta das 20h, com sinais de embriaguez. De acordo com o relato, houve troca de carícias, mas Neymar se tornou agressivo e usou a força para fazer sexo com ela. No dia 17 de maio, a vítima retornou ao Brasil.

 

A titular da 6ª DDM, Juliana Lopes Bussacos, solicitou exames de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) e encaminhou o boletim de ocorrência para a abertura de um inquérito policial. A Polícia Civil informou, na tarde desse sábado (01/06/2019), que a investigação está sob sigilo.

 

No fim da manhã desta segunda-feira (03/06/2019), a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática foi à Granja Comary para entregar uma intimação a Neymar. O jogador será intimado a depor na próxima sexta-feira (07/06/2019) pela manhã.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS