close
logorovivo2

COPA DO BRASIL: Corinthians e Cruzeiro lutam por título, R$ 50 mi e vaga na Libertadores

Clube mineiro larga com a vantagem do empate na decisão da Copa do Brasil, mas Corinthians terá torcida a seu favor em Itaquera

PLACAR

17 de Outubro de 2018 às 16:36

COPA DO BRASIL: Corinthians e Cruzeiro lutam por título, R$ 50 mi e vaga na Libertadores

FOTO: (Divulgação)

Um título para salvar o semestre e definir os rumos para o ano que vem. É assim que Corinthians e Cruzeiro encaram a grande decisão da Copa do Brasil nesta quarta-feira, a partir das 21h45 (de Brasília), no Itaquerão. Mal no Brasileirão (o Cruzeiro é o 10º colocado e o Corinthians o 11º), ambos visam a recompensa financeira da eventual conquista, já que a 30ª edição da Copa do Brasil tem a maior premiação do continente (50 milhões de reais) e dá vaga para a Copa Libertadores.

 

Em busca do inédito hexa, o atual campeão Cruzeiro largou na frente ao vencer o primeiro jogo por 1 a 0 no Mineirão e por isso joga por um empate. Como não vale a regra do gol fora de casa na Copa do Brasil, o Corinthians precisa de qualquer vitória simples para levar a decisão para os pênaltis. Vitória por dois ou mais gols de diferença dão o tetracampeonato ao clube paulista, que chegou a sua segunda final em 2018 de forma mais que surpreendente.

 

A equipe alvinegra já trocou de treinador duas vezes, perdeu jogadores importantes e, em crise financeira, não conseguiu manter um elenco forte como nos últimos anos. Mesmo assim, esbarrando em dificuldades técnicas e de planejamento, o clube tem a chance de terminar 2018 em alta, meses depois de já ter conquistado o Campeonato Paulista na casa do rival Palmeiras. Como na véspera daquela ocasião, o Corinthians abriu as portas da arena para a torcida, que empurrou os atletas com uma bela festa no treino aberto de terça-feira.

 

Para o Cruzeiro, a oportunidade é semelhante. Campeão mineiro, o forte time de Mano Menezes decepcionou no Brasileirão e apostou todas as fichas nos torneios de mata-mata. Foi eliminado pelo Boca Juniors nas quartas de final da Libertadores e agora depende da Copa do Brasil para voltar à principal competição do continente em 2019.

 

Sob pressão, técnicos fazem mistério

 

Jair Ventura, apesar do pouco tempo de casa, já sente a pressão do que é trabalhar no Corinthians. O jovem treinador vai para sua primeira final na carreira com o moral de quem desbancou o favorito Flamengo na semifinal. Mas a péssima campanha no Campeonato Brasileiro e a falta de pontaria e ofensividade do time geram desconfiança sobre o trabalho do ex-treinador do Santos. O título da Copa do Brasil pode dar a Jair o respaldo para a sequência dos objetivos.

 

O jovem treinador voltou a fazer mistério sobre a escalação. O volante Douglas volta depois de cumprir suspensão, provavelmente na vaga de Gabriel. As duas maiores dúvidas são sobre a escalação ou não de Pedrinho e a possibilidade de Jonathas entrar no time, o que mudaria o sistema com uma referência dentro da área. Dessa forma, Mateus Vital perderia a titularidade. O zagueiro Léo Santos sentiu dores no treino e pode ser substituído por Pedro Henrique.

 

Do outro lado, o experiente Mano Menezes também fechou os treinos e escondeu o time, mas não deve mudar sua formação de maneira drástica. As expectativas ficam para o retorno de De Arrascaeta e sobre quem será o substituto de Egídio, suspenso.

 

O meia uruguaio atuou com sua seleção no Japão e vai encarar uma verdadeira maratona (a viagem do outro lado do mundo durará mais de 24 horas) para chegar a tempo de disputar a decisão. A tendência, porém, é que comece no banco de reservas, por causa do degaste, com Rafinha mantendo a vaga. Na esquerda, Lucas Romero deve ficar com a vaga de Egídio. O time não terá Sassá, suspenso pelo STJD por agressão a Mayke, do Palmeiras, na semifinal.

 

O arbitragem da partida será do Rio de Janeiro: Wagner do Nascimento Magalhães apita, auxiliado por Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Bruno Boschilia.

 

Prováveis escalações:

 

Corinthians: Cássio; Fagner, Léo Santos (Pedro Henrique), Henrique e Danilo Avelar; Ralf, Douglas, Mateus Vital (Jonathas) e Jadson; Romero e Clayson (Pedrinho). Técnico: Jair Ventura

 

Cruzeiro: Fábio, Edílson, Léo, Dedé, Lucas Romero, Henrique, Ariel Cabral, Robinho, Thiago Neves, Rafinha e Barcos Técnico:Mano Menezes

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS