close
logorovivo2

Gandula é espancado por jogador e clássico acaba em confusão - VÍDEO

As agressões ocorreram no fim do dérbi entre Operário e Comercial, em Campo Grande (MS), pelo Campeonato Sul-Mato-Grossense

METRÓPOLES

19 de Fevereiro de 2018 às 08:50

Gandula é espancado por jogador e clássico acaba em confusão - VÍDEO

FOTO: (Divulgação)

O atacante Jeferson Reis, do Operário/MS, esmurrou um dos gandulas do clássico contra o Comercial-MS, pelo Campeonato Sul-Mato-Grossense, neste domingo (18). O incidente desencadeou uma briga generalizada no Estádio Morenão, palco do dérbi, válido pela sétima rodada, em Campo Grande.

 

A agressão ocorreu no fim da partida. Aos 45 minutos do segundo tempo, o Comercial abriu o placar, com Jô. Na sequência, a confusão começou. O gandula Tadeu Francisco, 19 anos, jogador das categorias de base do clube, comemorou o gol à beira do campo: isso foi o estopim para a briga.

 

A vibração do gandula irritou atletas e integrantes da comissão técnica do Operário, que partiram para cima dele. Jeferson Reis foi o mais exaltado e desferiu socos contra o rapaz, logo após derrubá-lo. O gandula agredido está com suspeita de fratura no nariz. Ele foi à delegacia prestar queixa acompanhado de familiares.

 

A tropa de choque da Polícia Militar interveio para acalmar os ânimos e também entrou em um dos vestiários para prender o atacante. Porém, ele já tinha ido embora do estádio e, segundo a diretoria do Operário, o jogador irá se apresentar à Polícia Civil. Já o massagista do clube Raul Prazeres não teve a mesma “sorte” e foi detido por lesão corporal e levado para delegacia.

 

Veja o momento da confusão:

 

 

Domingo de pancadaria


A briga em Campo Grande não foi a única no futebol brasileiro neste domingo. A 1,4 mil quilômetros da capital sul-mato-grossense, em Salvador (BA), jogadores de Vitória e Bahia protagonizaram batalha campal e o clássico entre os clubes foi interrompido no início do segundo tempo, quando o placar marcava 1 x 1. Os rivais se enfrentavam pelo Campeonato Baiano.

 

Veja Mais

 

 

 

A confusão começou logo após empate do tricolor baiano. O meia Vinícius, autor do gol, comemorou dançando à beira do campo, em frente à torcida rival. Isso despertou a ira dos atletas do rubro-negro, que iniciaram agressões. Ao todo, nove jogadores foram expulsos.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS