close
logorovivo2

No Maracanã, Flamengo e Botafogo fazem clássico decisivo pelo Brasileirão

No Maracanã, Flamengo e Botafogo fazem clássico decisivo pelo Brasileirão

DA REDAÇÃO

5 de Novembro de 2016 às 09:32

No Maracanã, Flamengo e Botafogo fazem clássico decisivo pelo Brasileirão

FOTO: (Divulgação)

Na reta final do Campeonato Brasileiro, Flamengo e Botafogo fazem um clássico com sabor de decisão, neste sábado, às 17 horas, no estádio do Maracanã, no Rio, pela 34.ª rodada. Vivo na luta pelo título, o time rubro-negro está cinco pontos atrás do Palmeiras e tenta atrapalhar o rival, que tenta manter a quinta colocação para conquistar uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores.

Apesar de não vencer há três jogos, o Flamengo, vice-líder com 62 pontos, comemorou a rodada anterior, quando empatou com o Atlético Mineiro e diminuiu a desvantagem em um ponto para o líder, já que o Palmeiras perdeu para o Santos. Na quinta colocação, o Botafogo tem 54 pontos e quer abrir maior folga para os concorrentes.

Pressionado pelo jejum sem triunfos - derrota para o Internacional e empates com Corinthians e Atlético Mineiro -, o Flamengo vive o seu pior momento na competição, mas traçou uma meta ousada para os cinco jogos restantes.

"É importante vencer os próximos cinco jogos e temos de começar pelo clássico. Vamos entrar em campo com uma fome ainda maior porque queremos esse título", definiu o atacante peruano Guerrero, autor de um gol na última rodada. O jogador atuará ao lado de Fernandinho e Gabriel, já que Éverton segue em recuperação.

No Botafogo, a conta é mais simples. A diferença para o Corinthians, sétimo colocado e primeiro fora do G6, é de quatro pontos. Para confirmar presença na próxima Libertadores, o time calcula que precisará de mais três vitórias e espera confirmar o objetivo o mais rápido possível.

Além de não ter desfalques em relação ao último jogo, o técnico Jair Ventura tem à disposição o lateral-esquerdo Diogo Barbosa, recuperado de lesão. Porém, por causa do período de quase um mês inativo, o jogador deve ficar no banco de reservas, assim como o atacante Sassá, que voltou a ser titular no empate sem gols com o Coritiba e agora fica como suplente.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS