close
logorovivo2

Joer realiza semifinais e finais neste final de semana em Vilhena

Joer realiza semifinais e finais neste final de semana em Vilhena

DA REDAÇÃO

15 de Outubro de 2016 às 09:37

Joer realiza semifinais e finais neste final de semana em Vilhena

FOTO: (Divulgação)

A fase estadual Juvenil (15 a 17 anos) dos Jogos Escolares de Rondônia (Joer) entra nas fases semifinal e final das modalidades coletivas em Vilhena. A competição encerra na segunda-feira (17) e é classificatória para os Jogos Escolares da Juventude (JEJ), competição em nível nacional organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB), de 10 a 19 de novembro, em João Pessoa/PB.

As competições seguem conforme o cronograma da gerência de esportes do Comitê Central Organizador (CCO) do Joer e tem partidas válidas, nesta sexta-feira (14), pelas quartas de finais, nas modalidades de futebol, handebol, vôlei, basquete e futsal. “Os jogos acontecem dentro da normalidade e sem registros de incidentes graves. Na segunda-feira já saberemos quais equipes estarão classificadas para a competição nacional em João Pessoa”, explicou o gerente de esportes do Joer, Expedito Ferreira.

As partidas ocorrem simultaneamente nas praças esportivas de Vilhena. O Portal da Amazônia recebe as partidas do futebol, a quadra do Instituto Federal de Rondônia (Ifro) sedia o handebol, o vôlei é disputado na Associação Vilhenense de Vôlei (AVV), no ginásio Geraldão são realizadas a competição do basquete, e, o futsal joga na quadra do ginásio Jorge Teixeira.

A técnica do basquete feminino da escola Gonçalves Dias, de Ji-Paraná, professora Simone Trece, está confiante na equipe que deve enfrentar a equipe da escola Dom Bosco, de Porto Velho, na final. “Nossa equipe está alinhada e já mostrou um basquete bem equilibrado”, disse a Trece, despreocupada com o adversário na final que tem um time considerado forte no Joer.

Em uma das partidas, o Gonçalves Dias venceu o Instituto Federal de Rondônia (Ifro), de Cacoal, pelo placar de 56×1. “Jogamos com os atletas da reserva”, explicou Simone Trece, atribuindo a falta de experiência na quadra das adversárias cacoalenses. Juliana Sarmento, 15 anos, é ala do basquete de Ji-Paraná e está confiante de que a equipe vai vencer na final. “Viemos para vencer”, disse otimista, a jiparanaense.

Pedro Amorim, técnico do basquete da escola Dom Bosco, de Porto Velho, também está certo de que a equipe que comanda está afiada para pódio em Vilhena. “Nosso time masculino é um dos favoritos. Estamos na disputa”, disse Pedrão, como é mais conhecido no meio esportivo rondoniense.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS