close
logorovivo2

Brasil emplaca duas duplas nas semifinais do Vôlei de Praia

Alison/Emanuel e Ricardo/Álvaro Filho duelarão por uma vaga na decisão

DA REDAÇÃO

6 de Julho de 2013 às 12:17

Brasil emplaca duas duplas nas semifinais do Vôlei de Praia

FOTO: (Divulgação)

Foto: Divulgação/FIVB
Por muito pouco as semifinais do Campeonato Mundial de Vôlei de Praia, em Stare Jablonki, na Polônia, não foram totalmente pintadas de verde e amarelo. Após as quatro duplas brasileiras se classificarem para as quartas de final, duas delas avançaram e as outras duas ficaram pelo caminho. E Alison/Emanuel e Ricardo/Álvaro Filho duelarão por uma vaga na grande decisão. O Brasil, portanto, já está garantido na final da nona edição da competição.

O Mamute e o Mister Mundial, inclsuive, ainda seguem firmes na defesa do título que conquistaram em 2011, em Roma (ITA). Primeira dupla a confirmar presença nas semifinais, eles levantaram a torcida polonesa. Depois de derrotarem os alemães Böckermann e Urbatzka nas oitavas por 2 a 1, de virada, parciais de 15/21, 21/16 e 15/10, Alison e Emanuel ganharam ainda mais força e confiança para encarar os canadenses Saxton e Schalk, uma surpresa nas quartas de final.

Voltando a apresentar um voleibol que encantou o mundo nos últimos anos, com o título mundial em 2011, do Circuito Mundial na mesma temporada, a medalha de prata nos Jogos Olímpicos de Londres/2012 e a conquista da World Cup Final há pouco mais de um mês, Alison e Emanuel colocaram toda sua experiência em jogo e venceram Saxton e Schalk por 2 a 0 (21/17 e 22/20). Alison foi o grande destaque da partida, com 19 pontos, sendo14 de ataque, três de bloqueio e dois de saque.

"É muito bom poder chegar até aqui novamente. Queria aproveitar para agradecer todo o carinho e o apoio que temos recebido dessa torcida maravilhosa na Polônia. Espero vê-los de novo amanhã nos empurrando mais uma vez", declarou Emanuel logo após a classificação para as semifinais.

Àquela altura, porém, Emanuel ainda não sabia que teria que enfrentar na semifinal justamente o jogador com quem formou a parceria mais vitoriosa do vôlei de praia brasileiro. Ricardo, ao lado do jovem Álvaro Filho, estreante em Mundiais, bateu os espanhóis Herrera e Gavira por 2 a 0, parciais de 21/9 e 21/18, e também se aproximou da decisão. Antes, pelas oitavas, a dupla já havia desbancado os experientes Dalhausser e Rosenthal, dos Estados Unidos, também por 2 a 0 (21/18 e 21/17).

Havia a grande expectativa de os brasileiros tomarem as quatro vagas das semifinais, um fato inédito na história dos Mundiais. Mas acabou não sendo possível. Primeiro, Evandro e Vitor Felipe perderam para os alemães Erdmann e Matysik por 2 a 0, parciais de 21/17 e 21/19. Depois, os atuais campeões brasileiro, Bruno Schmidt e Pedro Solberg, fizeram um grande jogo contra os holandeses Brouwer e Meeuwsen, mas acabaram derrotados no tie break: 2 a 1, parciais de 21/17, 19/21 e 21/19.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS