close
logorovivo2

Corrida de Motocross em Guajará Mirim é marcada por amadorismo e vexames

Corrida de Motocross em Guajará Mirim é marcada por amadorismo e vexames

DA REDAÇÃO

26 de Maio de 2008 às 15:00

Corrida de Motocross em Guajará Mirim é marcada por amadorismo e vexames

FOTO: (Divulgação)

A etapa do campeonato regional de Motocross realizada neste final de semana em Guajará Mirim pode ser considerada, a pior etapa do certame nos últimos anos. Com pouco mais de 10 pilotos de baixo nível técnico alinhados no gate, os espectadores que se submeteram a ficar sob sol forte e muita poeira, assistiram a um festival de tombos e “barbeiragens”. A falta de assistência médica especializada e os poucos cuidados com a segurança do público deram a tônica do evento que primou pelo amadorismo e politicagem explicita do organizador. O organizador, Paulo PQD, que recebeu cerca de R$ 15.000,00 da Assembléia Legislativa de Rondônia em forma de patrocínio, não pagou a ajuda de custo a todos os pilotos, alegando falta de caixa. Da Federação de Motociclismo de Rondônia, em convênio também via ALE/RO, mais R$ 5.000,00 aportaram no caixa do clube. O público de Guajará Mirim foi o maior prejudicado, sendo convidado para assistir uma prova de alto nível e se deparou com um monte de “braços duros, sem preparo físico e técnica, fazendo uma corrida sem competividade e garra. Entre os políticos que deram vexame, o prefeito de Guajará Mirim, Dedé de Melo, aparentemente embriagado ou sob efeito de “remédios”, tentou por várias vezes invadir a pista, colocando em risco a vida de pilotos e sua integridade física, sendo contido por populares.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS