close

Sem 9 titulares, Croácia elimina a Islândia da Copa do Mundo e "ajuda" a Argentina

Croatas resistem à pressão dos islandeses e, com ataques precisos, confirmam primeiro lugar do Grupo D com 100% de aproveitamento

GE

26 de Junho de 2018 às 16:11

Sem 9 titulares, Croácia elimina a Islândia da Copa do Mundo e "ajuda" a Argentina

A batida de Badelj para abrir o placar para os Croatas FOTO: (Divulgação)

 

O PESO DA EXPERIÊNCIA

À Croácia, cabia esperar. Afinal, quem precisava do resultado era a Islândia. Mesmo só com dois titulares - Modric e Perisic -, os croatas levaram o jogo com tranquilidade, souberam segurar a pressão e, com poucos mas precisos ataques, venceram por 2 a 1 a Islândia, nesta terça-feira, em Rostov, e confirmaram a classificação para as oitavas de final. Já os islandeses se despediram de sua primeira participação numa Copa do Mundo com um ponto somado em três partidas.

 

E AGORA?

Com 100% de aproveitamento no Grupo D, a Croácia se classificou em primeiro lugar e vai enfrentar a Dinamarca nas oitavas de final. A partida será neste domingo, às 15h (de Brasília), na cidade de Nizhny Novgorod.

 

AJUDINHA À ARGENTINA

Nos últimos dias, os croatas se irritaram com as perguntas de jornalistas sobre uma possível facilitação aos islandeses para eliminar a Argentina. Mas o que se viu foi o contrário. Os reservas da Croácia jogaram de forma séria e acabaram facilitando a missão do time de Messi. A Islândia era um concorrente direto pela segunda vaga do grupo.

A Islândia até acreditou numa virada, mas nem "Odin" deu jeito

 

PRIMEIRO TEMPO

Fraca tecnicamente, a primeira etapa teve a Islândia procurando o ataque, mas esbarrando na fraca qualidade técnica de seus jogadores. Os islandeses pararam no goleiro Kalinic que garantiu o 0 a 0 até o intervalo. O resultado parcial era ruim para os islandeses, já que naquele momento a Argentina vencia a Nigéria em São Petersburgo.

 

SEGUNDO TEMPO

Por conta disso, era natural que a Islândia fosse mais agressiva depois do intervalo, mas isso abriu espaços para a Croácia. Logo depois de acertar o travessão, Badelj abriu o placar para os croatas. Sabendo do empate da Nigéria com a Argentina, a Islândia passou a pressionar muito e empatou com um gol de pênalti de Sigurdsson. Desesperados pela virada, os vikings se mandaram para o ataque, mas se esqueceram de que do outro lado havia um time recheado de jogadores que atuam nos principais clubes da Europa. Resultado: Perisic, da Inter de Milão, marcou o gol que decretou a vitória da Croácia.

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS