close

ADEUS COM FESTA: Guerrero desencanta, e Peru se despede da Copa com vitória sobre a Austrália

Centroavante dá assistência e depois faz seu primeiro gol em Mundiais, para alegria da torcida em Sochi; australianos, que tinham chance de classificação, também dão adeus à Rússia

GE

26 de Junho de 2018 às 11:19

ADEUS COM FESTA: Guerrero desencanta, e Peru se despede da Copa com vitória sobre a Austrália

FOTO: (Divulgação)

 

DESPEDIDA COM FESTA

Já eliminada no Grupo C da Copa do Mundo, a seleção do Peru jogou por sua honra e seu povo. Com absoluta maioria de torcedores em Sochi, a equipe sul-americana venceu a Austrália sem dificuldades por 2 a 0, nesta terça-feira, e se despediu do Mundial com muita alegria. Os gols foram marcados por Carrillo, no primeiro tempo, e Guerrero, no segundo – foi o primeiro do atacante do Flamengo no torneio. Os australianos, que dependiam de combinação de resultados para avançar na Copa, não viram o milagre acontecer. Foi a primeira vitória peruana em Copas desde 1978. 

 

COMO FICA?

O Peru ultrapassa a própria Austrália e termina a Copa em terceiro lugar no Grupo C, com três pontos. A seleção da Oceania, que só somou um pontinho, fica em último na chave. França e Dinamarca, que empataram sem gols também nesta quinta-feira, avançam em primeiro e segundo lugares, respectivamente. 

 

ORGULHO DE UM PAÍS

Depois de toda a batalha judicial que enfrentou para poder jogar a Copa do Mundo, Paolo Guerrero não podia se despedir dela sem deixar sua marca. Além de bela assistência para o primeiro gol peruano, de Carrillo, recebeu passe de Cueva no segundo tempo para girar à frente de seu marcador e mandar a bola para as redes. Foi o primeiro gol do atacante do Flamengo em Copas – e sem pensar em aposentadoria, ele quer estar em 2022, no Catar.

 

 

MAIS HOMENAGENS

Guerrero exibiu uma camisa de Farfán, seu grande amigo, que não jogou por estar com uma lesão na cabeça. O atacante também consolou Christian Cueva, que perdeu um pênalti no primeiro jogo da Copa, contra a Dinamarca, e não segurou o choro. Um dia de fortes emoções para a seleção.

 

PRIMEIRO TEMPO

Precisando da vitória, a Austrália começou bem e teve a posse de bola durante todo o primeiro tempo (55% X 45%), mas sofreu com os contra-ataques peruanos. No melhor deles, aos 17 minutos, Guerrero recebeu lançamento, contou com falha de Risdon e teve tempo para olhar, ajeitar e cruzar na direção de Carrillo, que acertou lindo chute de primeira sem chances para Ryan. Na sequência, os australianos voltaram a mandar no jogo e poderiam ter empatado – na melhor jogada, Rogic lançou Kruse, que rolou para Leckie marcar sem goleiro. A zaga peruana afastou no limite.

 

SEGUNDO TEMPO

O Peru manteve sua postura de esperar o rival e aproveitar contra-ataques. Na primeira boa troca de passes, aos 4 minutos, Guerrero recebeu de Cueva, fez seu gol e emocionou a torcida em Sochi. Desanimada, a Austrália até tentou incendiar o ataque com o garoto Arzani, bom de bola, e o veterano Cahill. A bola aérea levou perigo, mas o goleiro Gallese fez boas defesas. Os minutos finais foram apenas de espera pelo apito do árbitro – com gritos de "olé" dos peruanos.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS