close

Banda do Vai Quem Querdeve se tornar patrimônio cultural de Porto Velho antes do Carnaval

Neste ano, a Banda desfila no próximo dia 2 de março e deve arrastar mais de 100 foliões pelas ruas e avenidas de Porto Velho.

ASSESSORIA

20 de Fevereiro de 2019 às 15:47

Banda do Vai Quem Querdeve se tornar patrimônio cultural de Porto Velho antes do Carnaval

FOTO: (Divulgação)

O maior bloco carnavalesco da Região Norte, a Banda do Vai Quem Quer (BVQQ), está prestes se tornar patrimônio cultural do município de Porto Velho. O projeto de lei, proposto pelo vereador Marcelo Reis, já entrou em discussão na Câmara de Vereadores e deve ser votado na próxima segunda-feira (25). A presidente do bloco, Siça Andrade, se diz agraciada com a iniciativa: “A Banda é de todos”.

 

Siça Andrade conta que a ideia surgiu durante uma conversa com a secretária municipal de esportes, Ivonete Gomes, há poucos dias e, imediatamente, ela entrou em contato com o vereador Marcelo Reis, que gostou e elaborou o projeto. “Na mesma semana o vereador montou o projeto, nos apresentou na última sexta-feira (15) e ele fez a leitura na Câmara Municipal na segunda. Agora, será levado para votação nos próximos dias para que seja aprovado e, enfim, a Banda passe a ser reconhecida”, afirma a presidente.

 

Ela destaca ainda que esse reconhecimento ao bloco era um desejo antigo, pois facilitará na hora de buscar recursos com a iniciativa privada. “Com esse reconhecimento vai ficar mais fácil de buscar recursos com as empresas e parceiros”, destaca. 

 

Filha de Manelão, criador da BVQQ, e a frente do bloco há quase dez anos, Siça garante que o momento é de muita felicidade, pois muitos já acreditavam que a Banda do Vai Quem Quer era reconhecida como patrimônio histórico. “Agora, de fato, a Banda será um patrimônio municipal como a gente sempre sonhava e, se meu pai Manoel Mendonça, o Manelão, estivesse presente ele também estaria muito feliz”, completa a presidente. 

 

O vereador Marcelo Reis aderiu a ideia e destacou que a cultura da cidade tem que ser mantida e reconhecida sempre. “Com isso, nós garantimos que o desfile do maior bloco carnavalesco da Região Norte seja eternizado. Esse projeto é, sem dúvida, um reconhecimento e valorização da cultura popular da nossa cidade”, enfatiza o vereador.

 

Neste ano, a Banda desfila no próximo dia 2 de março e deve arrastar mais de 100 foliões pelas ruas e avenidas de Porto Velho.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS