close

ESPAÇO ABERTO: Decisão não é cumprida e transporte coletivo permanece parado

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

16 de Janeiro de 2020 às 08:39

ESPAÇO ABERTO: Decisão não é cumprida e transporte coletivo permanece parado

FOTO: (Divulgação)

BRAÇOS CRUZADOS


Os trabalhadores do transporte coletivo de Porto Velho não acataram determinação judicial e permanecem em greve. A categoria diz que os salários de dezembro, 13º, vale refeição e tiket alimentação não foram pagos. Na tarde desta quarta-feira (15), uma nova reunião no Tribunal Regional do Trabalho estava programada para tentar definir a questão.

 


PREMEDITADO


Os trabalhadores alegam que o Consórcio SIM que administra o transporte teria prometido pagar os salários atrasados no dia 10 de janeiro e o 13º no dia 20. No entanto, a promessa não foi cumprida e a categoria não sabe nem se vai haver a quitação dos débitos. 

 


OUTRO LADO


Os representantes do Consórcio SIM não responderam as mensagens da coluna.

 


SEMTRAN


A prefeitura informou que não pode obrigar motoristas e cobradores a trabalhar. Sobre o pagamento dos salários da categoria é uma questão que já está nas mãos da Justiça que também já deu parecer sobre a manutenção do transporte público conforme prevê a Lei. O Secretário Municipal de Trânsito, Nilton Kisner, participou da reunião no TRT  e disse que foi feita uma proposta aos motoristas e cobradores que será discutida em assembleia nesta quinta-feira.

 


NOVA ADMINISTRAÇÃO


Após o fim do contrato com a corretora Plural Saúde, a Ameron Saúde assumiu os planos firmados anteriormente pela corretora cumprindo a oferta de ampla rede médica com cobertura total e aproveitamento de carências já cumpridas. 

 


MAIS EM CONTA


A continuidade do plano a ser administrado pela Ameron, garante ainda um custo de 15% a menos para os conveniados. Informações podem ser obtidas através do telefone: 0800 647 8082 para atualização cadastral.

 


EFICIÊNCIA


Alexandre Brito, um dos diretores do grupo hospitalar, informa que os planos de saúde da Ameron, disponibilizam proteção e tranquilidade para que os conveniados tenham assistência médica e hospitalar de qualidade. Ele esclarece que são dezenas de especialidades médicas concentradas no Hospital Samar, além de disponibilizar uma rede com vários consultórios, clínicas, laboratórios e hospitais com atendimento ambulatorial e de diagnóstico na capital, em Ariquemes, Cacoal e Vilhena.

 

 

INCENTIVO


A ação promovida por uma gráfica localizada na zona Leste de Porto Velho, que passou a disponibilizar de forma gratuita a impressão de currículos para cidadãos desempregados, serviu de estímulo para outras iniciativas.  


Agora, além do currículo em mãos, o cidadão desempregado também tem a oportunidade de receber um corte de cabelo grátis antes da entrevista de emprego.

 

 

 

 

 

CORRENTE

 

Bruno Sallas, dono de um salão, diz que a ideia surgiu como forma de apoiar a comunidade e mostrar que a sua empresa não visa tão somente o lucro, mas a integração para a formação de uma cidade melhor para se viver.

 

 

FUTUROS CLIENTES

 

A inciativa de Bruno é digna de elogios pois, com certeza, o sujeito de bem que conquistar o emprego após se apresentar bem arrumado e com cabelo ajeitado na entrevista de trabalho, retornará para agradecer e usar os serviços do ilustre cabeleireiro. 

 


   
AGENDAMENTO


 
Bruno Sallas diz ainda que quem tiver entrevista de emprego marcada e sem condições de cortar o cabelo pode entrar em contato com ele através dos telefones (69) 3222-9363/99243-5539 e agendar um horário.

 

 

MILITARES DA RESERVA NO INSS

 

O presidente Bolsonaro confirmou, ontem (15), que contratará 7 mil militares da reserva para colocar em dia os pedidos de pensões e aposentadorias, represados em função das mudanças nos sistemas, que precisam ser adaptados à reforma da previdência.
Em caráter emergencial, um conjunto de medidas anunciadas esta semana visa atacar o estoque de processos acumulados. 
Diversas soluções miram as pessoas: cerca de 1,3 milhão aguardam análises de pedidos há mais de 45 dias.

 

 

DEVOLUÇÃO DO DPVAT

 

Desde ontem os proprietários de veículos podem pedir a restituição de valores pagos a mais pelo seguro Dpvat 2020. O prazo para fazer a solicitação é até o final do exercício de 2020.


A seguradora Líder informou que mais de 1,9 milhão de veículos em todo o Brasil estão aptos a receber o pagamento da restituição. 

 

 

NOVO MÍNIMO  

 

O novo salário mínimo será de R$ 1.045,00.


A decisão foi tomada ontem pelo presidente Jair Bolsonaro.


O reajuste foi de 4,48%. O valor vale a partir der 1o de fevereiro.

 

 

PETROBRÁS CORTOU 90% DA PROPAGANDA

 

Um dos maiores anunciantes do Brasil, sob comando do governo federal, a estatal Petrobras cortou drasticamente a verba publicitária no primeiro ano de governo de Jair Bolsonaro. Corte chegou a 90%. Até julho de 2019 foram gastos R$8,5 milhões com propaganda em TV, revistas, jornais, rádio, internet, cinema, mídia externa e produção. Em 2018, por exemplo, o valor foi de R$122,4 milhões, 14 vezes maior.

 

 

 

 


IMPORTAR NÃO REDUZ PREÇO DO ETANOL

 

A política predatória de importar álcool americano com imposto zero nunca reduziu preços ao consumidor, mas a prática predatória continua autorizada pelo governo. As importadoras de etanol são as “rainhas distribuidoras” de combustíveis, cujo lobby impôs essa prática durante o governo Dilma (PT) e, poderosas, conseguiram que o governo Bolsonaro a mantivesse. Elas importam etanol quando a produção do Nordeste está no auge e a do Sudeste suspensa pela entressafra.

 


TUDO PODEM

 

Com sua ganância ilimitada, as distribuidoras/atravessadoras querem controlar todo o fornecimento aos postos. E perderam a vergonha. Distribuidoras usam importações para fechar preços com lucros siderais. Não fazem mais cerimônia com o equilíbrio do mercado.

 

 

IMPORTAÇÃO

 

O Brasil importa por ano 600 milhões de litros de etanol americano, mas a distribuidoras querem aumentar para 750 milhões de litros.

 

 

MAIS VALOR AO DINHEIRO

 

O controle da inflação também decorre das mudanças de hábitos do brasileiro, que passou a valorizar mais o dinheiro. Segundo a CNI, 71% dos consumidores aguardam feirões para comprar itens de maior valor.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS