close

ESPAÇO ABERTO: Ex-aliado de Hildon Chaves diz que vereadora deveria estar presa

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

23 de Dezembro de 2019 às 08:45

ESPAÇO ABERTO: Ex-aliado de Hildon Chaves diz que vereadora deveria estar presa

FOTO: (Divulgação)

RELAÇÃO CURTA 

 

A Lua de Mel entre o prefeito Hildon Chaves e o advogado Breno Mendes durou um ano. Em 01 de fevereiro de 2018, Breno foi demitido pondo um fim na relação que deveria, pelo menos, durar 04 anos. Ele entrou na prefeitura como Chefe de Gabinete, não deu certo e foi transferido para a Emdur, onde também não vingou.

 

 

COM OU SEM JUSTA CAUSA

 

Algumas hipóteses foram levantadas sobre o rompimento da “amizade” entre ambos, mas acho que vários fatores contribuíram para a exoneração de Breno. Vale lembrar que uma demissão pode ocorrer em 03 circunstâncias: por justa causa, sem justa causa ou acordo entre as partes. Como essa última hipótese é totalmente descartada só resta a especulação sobre quem pisou na bola.

 

 

CARÁTER E DIGNIDADE  

 

Como são coisas que não se aplicam a políticos fico analisando e tentando entender o que acontece quando juras de amor vão para o espaço e se tornam ameaças. Breno tinha status de líder do prefeito, articulador e demonstrava uma autoridade só superada pelo próprio Alcaide. De repente, tudo azedou.

 

 

 

 

 

AMEAÇAS

 

Durante entrevista em um programa de rádio, Breno deu a entender, por exemplo, que sabe de coisas graves que podem levar muita gente para a cadeia. Ora, se o nobre bacharel em direito tem conhecendo de falcatruas que podem botar bandidos atrás das grades que denuncie os crimes para a polícia.

 

 

PONTUOU

 

Se oficialmente já houve denúncia eu, pelo menos, ainda não sei. No entanto, Breno direcionou um dos seus petardos para a presidente da Comissão Municipal de Educação, vereadora Joelna Holder. "Deveria estar presa”,disse ele.

 

 

CANDIDATÍSSIMO

 

O ímpeto efusivo em defesa da lei, da ordem e do desenvolvimento de nossa capital culminando com um grande sentimento de genocídio aos sonhos das crianças da zona rural que já perderam dois anos letivos seria muito bem-vindo se não fosse por um detalhe. Breno completou suas declarações indignadas com uma confirmação de que é candidato nas próximas eleições.

 

 

EM DÚVIDA

 

A candidatura, segundo Breno, depende da confirmação do convite feito pelo Avante. Se isso não ocorrer, disse estar aberto aos partidos que se interessarem pelo seu nome em uma chapa majoritária. Fez algumas ressalvas: não aceita convite do MDB, PSDB e muito menos do DEM onde, segundo ele, só tem ladrão. 

 

 

OUTRO LADO

 

A vereadora Joelna Holder disse que vai continuar com bom trabalho que afirma estar fazendo e não iria comentar as declarações de Breno Mendes. 

 

 

 

 

 

OUTRO LADO 02

 

O senador Marcos Rogério, que é a principal liderança do DEM no estado, não respondeu as mensagens enviadas pela coluna.

 

 

COLETIVA

 

Nesta segunda-feira (23), às 10h, no auditório Jerônimo Santana, o Governador Marcos Rocha, concede entrevista coletiva sobre as ações desenvolvidas e efetuadas pelo governo do Estado em 2019. 

 

 

SEM PRESSA

 

O Tribuna Superior Eleitoral aprovou todas as resoluções que vão disciplinar as Eleições de 2020. Mas como já entrou de férias, e tem prazo até 5 de março, ainda não publicou as instruções das eleições. 

 

 

MAIS NEGÓCIOS

 

A JBS comprou as margarinas Delícia, Primor e Gradina, além de fábricas da Bunge, por R$ 700 milhões.
O anúncio saiu na sexta-feira (20).

 

 

PACOTE ECONÔMICO RECESSIVO NA ARGENTINA

 

O Senado da Argentina aprovou na madrugada de sábado (21) a Lei de Emergência Econômica.

 

A vice Cristina Kirchner, que na Argentina é também presidente do Senado, dirigiu a sessão e conseguiu impor a vontade da maioria formada por peronistas e aliados. Foram 41 votos contra 23.

 

 

CONGELADO

 

Entre outras medidas, o pacote prevê o congelamento de tarifas dos serviços públicos, imposto de 30% sobre as compras no exterior e taxas mais altas para exportações agrícolas.


O setor produtivo argentino está em polvorosa. O Brasil ganha com o retrocesso. 

 

 


DIESEL 3% MAIS CARO

 


Desde sábado (21) o preço do diesel está 3% mais caro nas refinarias. A Petrobras já havia elevado o diesel em 1,2% no fim de novembro e em 2% no início de dezembro. Considerando os três reajustes, a alta acumulada nas refinarias é de 6,3%. Nas bombas, porém, o combustível vem tendo comportamento estável: nas últimas quatro semanas, a alta é de apenas 0,3%.

 

 

FIM DA MESADA

 


O pai, Emílio, mandou demitir o filho, Marcelo Odebrecht. Ele não estava trabalhando, mas recebia R$ 115 mil por mês, mais carro com motorista. Pai e filho não se falam mais. O Grupo Odebrecht controla um leque enorme de empresas, entre as quais a Braskem, dona dos polos petroquímicos de Camaçari e de Triunfo, RS. 

 

 


ABSOLVIDA


A estudante Fernanda Fernandes Garcia, de 29 anos, que atirou a filha de 3 anos do quinto andar de um prédio da Zona Oeste de São paulo em maio passado, foi absolvida pela juíza Giovanna Christina Colares, do Foro Central Criminal. Portadora de esquizofrenia paranoide refratária, a jovem foi considerada inimputável, ou seja, é incapaz de discernir seus atos.

 

 


QUERIA IR PARA CASA

 


O juiz Rafael Estrela, da Vara de Execuções Penais do Rio, negou no sábado (21) pedido feito por advogados do ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha para que ele cumpra o resto da sua pena em prisão domiciliar. A defesa do emedebista alegou que Cunha apresenta quadro de aneurisma cerebral. 

 

 


MAIS QUE UMA UTILIDADE

 


O flagrante da Polícia Federal em um prefeito da Paraíba mostra que a  cueca continua sendo útil não só como peça íntima. O sujeito avolumou sua região genital escondendo 25 mil reais em dinheiro vivo. Segundo a PF, o valor seria referente a propina para um deputado estadual. Ambos os salafrários foram presos.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS