close

ESPAÇO ABERTO: PF não explica quem são os supostos fantasmas que dariam expediente na ALE

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

6 de Dezembro de 2019 às 08:29

ESPAÇO ABERTO: PF não explica quem são os supostos fantasmas que dariam expediente na ALE

FOTO: (Divulgação)

OPERAÇÃO


A ação da Polícia Federal na Assembleia Legislativa de Rondônia tinha um foco específico,  mas logo de cara ficou a impressão de que todo o parlamento poderia, de alguma forma, estar ligado a atos irregulares. É por isso que mantenho cautela quanto à divulgação de ações policiais sem saber exatamente o conteúdo do que se trata. Não basta observar movimentação policial em determinado lugar e já supor isso ou aquilo.

 


NOTA OFICIAL


No release da PF, divulgado horas depois do início da operação, veio a informação oficial de ações que seriam irregulares no alto escalão da assembleia para a escolha da presidência da ALE. A denúncia envolve possíveis funcionários fantasmas e assessores parlamentares que teriam que repassar mensalmente parte de seus salários para os investigados.

 


BOI


De acordo com a PF Também existe um esquema de fraude em operações com gado na Agência de Defesa Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia - IDARON, envolvendo pecuaristas, donos de frigoríficos e servidores públicos. Os objetivos seriam sonegação fiscal, fraudes em financiamento rural e grilagem de terras em áreas de conservação ambiental e sua utilização como ativo ambiental para fins de obtenção de vantagens, como créditos junto ao Estado, utilizando-se de influência perante servidores da SEDAM. 

 


EX-DEPUTADO  


Conforme a investigação também foi descoberto um esquema para anular o desmembramento do cartório único de registro civil e tabelionato de notas de Alta Floresta D’Oeste/RO, bem como a prática do crime de lavagem de dinheiro envolvendo o núcleo familiar de um ex-deputado, alvo da ação deflagrada no ano de 2006 denominada OPERAÇÃO DOMINÓ, tendo sido expedido um novo mandado de prisão em seu desfavor, embora o investigado encontre-se foragido há anos.

 


BLOQUEIO


Além das prisões e buscas, o Tribunal de Justiça de Rondônia determinou o bloqueio de contas bancárias e bens dos investigados, além do sequestro de imóveis e veículos, que poderão alcançar o valor total de indisponibilidade de quase meio bilhão de reais.

 


CRIMES 


Os investigados responderão  aos crimes de organização criminosa, corrupção ativa, corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro, falsificação de documento público, dentre outros.

 


DÚVIDA


A operação da PF terminou sem uma entrevista coletiva, como é de costume em operações de vulto, e sem esclarecer exatamente como e onde funcionava o esquema de dividendos dos proventos dos supostos fantasmas existentes no Parlamento. Quanto as denúncias envolvendo uma primeira operação em 2006 essa já é de amplo conhecimento, pois foi amplamente divulgada, inclusive em Rede Nacional. 

 


DEPOIMENTO


Nesta quinta-feira (05), dois deputados estaduais passaram a manhã sendo ouvidos na sede da Polícia Federal, em Porto Velho. Durante a operação 10 pessoas foram suspensas do exercício da função pública.

 

 

SOLIDARIEDADE


O Coordenador de Saúde Indígena de Porto Velho, coronel Luiz Tagliani, avisa que o DSEI ( Distrito Especial de Saúde Indígena ) está realizando campanha para ajudar a comunidade indígena Pirahãs, descoberta recentemente na região de Humaitá. Devido à cheia, a tribo estaria com dificuldade para alimentar as famílias. A campanha prevê a arrecadação de  alimentos não perecíveis e roupas, para que durem pelo menos 2 meses. Informações podem ser obtidas no telefone 99908.7940.

 

 

 

 


NÃO CAI


Sobre os boatos de possível exoneração do Chefe da Casa Civil de Rondônia, Junior Gonçalves, dois políticos muito próximos ao governador disseram que Junior está mais firme que “ palanque em banhado”.

 

 

PAPAI NOEL DOS CORREIOS


Nesta sexta-feira (6), ás 9h, no Salão Nobre Rosilda Shockness, o Governo de Rondônia entrega à Direção dos Correios os mais de mil presentes doados pelos servidores estaduais em resposta às cartinhas enviadas por crianças e adolescentes ao Papai Noel dos Correios.

 

 

LUZES DE NATAL


Nesta sexta-feira (06) em frente ao 6° BIS ( Batalhão de Infantaria de Selva), em Guajará-Mirim, acontece a solenidade de acendimento das luzes de Natal da unidade militar. Agradeço ao convite enviado pelo tenente-coronel Bastos, comandante do quartel.

 

 

ELEIÇÃO BILIONÁRIA


O Fundão Sem Vergonha de R$3,8 bilhões, aprovado na Comissão de Orçamento para bancar a campanha municipal, garantiu que as eleições 2020 sejam as mais caras da História. Em 2016, a primeira realizada sem dinheiro de empresas, o valor total foi de R$ 2,7 bilhões, incluindo o dinheiro dos próprios candidatos e doações de pessoas físicas. A decisão na comissão foi articulada desavergonhadamente pelo centrão. “Centrão foi inconsequente”, criticou um líder governista.

 

 

TEM PRA TODO MUNDO

 


Além de dinheiro para financiar seus aliados nos municípios, deputados e senadores garantem também seus próprios bilhões para 2022. O Fundão é quase sete vezes maior que os cerca de R$550 milhões públicos utilizados nas campanhas eleitorais em 2016. Uma vergonha.

 

 

21 MIL REFUGIADOS VENEZUELANOS 

 

Bolsonaro concedeu, nesta quinta-feira (05), visto de refugiados para 21.342 venezuelanos que fugiram da ditadura de Nicolás Maduro. Em Porto Velho, toda semana aumenta o número de venezuelanos nas principais vias da cidade.

 


 IBGE ADMITE ERRO SOBRE PIB DO TERCEIRO TRIMESTRE

 

O erro nos registros das exportações brasileiras de bens de setembro, publicados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex), vai provocar uma revisão do resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do terceiro trimestre deste ano, informou ontem (05) o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em nota.

 

Segundo o instituto, as revisões serão publicadas junto com a divulgação dos números do quarto trimestre e não serão significativas. 
Ontem, durante todo o dia, a oposição espinafrou o governo Bolsonaro pelo erro, que foi apontado em primeiro lugar pelo jornal inglês Financial Times.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS