close

ESPAÇO ABERTO: Fotos raras da Amazônia leiloadas em Nova York já estão no Brasil

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO-CÍCERO MOURA

20 de Novembro de 2019 às 08:43

ESPAÇO ABERTO: Fotos raras da Amazônia leiloadas em Nova York já estão no Brasil

FOTO: (Divulgação)

HISTÓRICO


Em 1867, o alemão Albert Frisch percorreu 400 léguas pelo rio Amazonas e por seus afluentes, de Tabatinga a Manaus, ao longo de cinco meses. Ele registrou a flora, a fauna e os índios da região. Todos os retratos foram parar na Europa.

 


ACERVO


No mês passado, em um leilão na Sotheby's, em Nova York, o Instituto Moreira Salles (IMS) adquiriu 98 imagens produzidas por Frisch na expedição, que já estão de volta ao Brasil. O IMS, que já tinha 40 fotos de Frisch na Amazônia em seu acervo, disse que ainda não há previsão de exposição dessas imagens.

 

 

PRESERVADO


De acordo com o IMS, foi encontrado recentemente nos arquivos da Biblioteca Nacional um catálogo de 1869 publicado pela Casa Leuzinger — com o título Resultat d’une expédition phographique sur le Solimões ou Alto Amazonas et Rio Negro, ou Resultado de uma expedição fotográfica no Solimões ou Alto Amazonas e Rio Negro.

 


 
MONTAGEM


Eis aqui algumas das impressionantes imagens de 1867 adquiridas no leilão, que estão entre os primeiros registros fotográficos da região amazônica.


Em alguns casos, Frisch fotografava seus modelos diante de um fundo neutro e produzia separadamente algumas vistas para compor o segundo plano; depois, para realizar as cópias fotográficas, ele combinava os dois negativos. 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TODOS UNIDOS


Amanhã tem Assembleia Nacional dos Jornalistas em defesa do Registro Profissional. Em Porto Velho o encontro acontece na Sede do Sindicato dos Jornalistas na rua Rui Barbosa, número 1000, às 19 horas.

 

 

CARNEIRO


No próximo dia 24, domingo, ao meio-dia, acontece a 12º Edição do Carneiro na Brasa do Rotary Club de Porto Velho Rio Madeira. Os ingressos custam R$ 25,00 e podem ser adquiridos com membros do Rotary. O evento será realizado no Clube da AEC ( Associação dos Empregados da Ceron ), na avenida Tiradentes, 3817. Cada ingresso vale um prato personalizado do evento. No cardápio, além do carneiro assado, também serão servidos carneiro ao vinho, carne bovina, frango, toscana, arroz, macaxeira e vinagrete.

 

 

NA LATA


Vereador Junior Cavalcante comemorou aprovação da lei de sua autoria que estabelece 20 minutos como tempo máximo de espera para ser atendido nas casas lotéricas da capital. Um internauta não perdeu a chance e sugeriu ao nobre parlamentar que criasse uma lei municipal para que nas UPAs  seja estabelecido o mesmo critério.

 

 

PROPAGANDA


Rua Miguel Chakian com Herbert de Azevedo, bairro Embratel. Eis um excelente Cabo Eleitoral para pretensos candidatos à reeleição nas próximas eleições. O vídeo fala por si só:

 

 

 

 

 

 

DEFESA CIVIL


A Defesa Civil promove neste sábado (23) o projeto “Defesa Civil na Comunidade” na escola de ensino fundamental Marechal Rondon, no distrito de Abunã, a 215 km de Porto Velho.


Das 9h30 às16h, equipes da Defesa Civil realizarão uma série de serviços por meio do projeto que visa a garantia e respeito aos direitos humanos.

 


SERVIÇOS


Serão oferecidos, emissão de CPF, educação ambiental, corte de cabelo, serviços médicos e odontológicos, cadastramento no Bolsa Família, emissão de RG, atividades recreativas, esportes e lazer. Idaron e Emater , além da Defensoria Pública, também estarão com serviços para a população do distrito.

 


FACILIDADES


A desburocratização no registro e a extinção de taxas de licenciamentos para algumas atividades fizeram aumentar o número de abertura de novos empreendimentos em Rondônia. A afirmação é do governo ao fazer o comparativo entre o período de 1º de outubro a 15 de novembro do ano passado e o mesmo período em 2019.

 

 

AUMENTOU


Segundo a Junta Comercial do Estado, houve um crescimento de 26% este ano, decorrente da aplicação da Lei nº 13.874, que instituiu a Declaração de Direitos de Liberdade Econômica, estabeleceu normas de proteção à livre iniciativa e ao livre exercício de atividade econômica, dispondo sobre a atuação do Estado como agente normativo e regulador.

 


PROTOCOLO


Em 2018 a Jucer abriu 2.865 processos de registros de empresas, enquanto este ano liberou 3.609, no mesmo período. No ranking de empreendimentos comerciais  predomina o setor de serviços no estado: 58.234 (46,9%), seguido do comércio com 53.159 (42,80%), indústria, 7.845 (6,32%), agronegócio, 3.017 (2,43%), financeiro, 1.304 (1,05%), e serviços públicos, 642 (0,52%).

 

 

SEMINÁRIO 


No próximo dia 27 acontece o III Seminário Interdisciplinar das Linhas de Cuidado em Diabetes e Hipertensão que será realizado no Conselho Regional de Medicina de Rondônia - Cremero.

 


TEMÁTICA


Durante o seminário, serão abordados temas voltados à promoção, prevenção, diagnóstico e tratamento da doença. 


Segundo Ivaneide Neves, coordenadora do Núcleo de Doenças de Agravos Não Transmissíveis da Secretaria Municipal de Saúde, o seminário reunirá palestrantes de áreas que buscam a melhoria da qualidade de vida de hipertensos e diabéticos como cardiologistas, endocrinologista, nefrologista, urologista, profissionais de nutrição, educação física entre outros.

 


NORMAS


Na oportunidade, será implantado o Protocolo de Inclusão e Exclusão de Usuários com Diabetes Insulinodependentes cadastrados para automonitoramento glicêmico no município de Porto Velho. A medida tem como objetivo nortear os profissionais quanto à legalização de usuários cadastrados na rede municipal de saúde para receber os insumos (tiras reagentes, lancetas e seringas) disponíveis na atenção básica para o respectivo tratamento.

 


ÓDIO


A cada oito segundos uma postagem em português é publicada no Twitter com palavras de ódio contra negros, judeus, nordestinos, pessoas com deficiência e LGBTI+. O levantamento foi feito pela antropóloga e programadora Adriana Dias, da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

 


SOZINHO OU EM GRUPO


Adriana estuda movimentos neonazistas desde o início dos anos 2000 e disse se assustar com o crescimento do discurso de ódio contra minorias no Brasil, tanto por grupos organizados como por pessoas comuns. Os tuítes contra negros chegaram a 1 a cada 4 segundos, enquanto os contra judeus foram de 1 a cada 16 segundos.

 


DISPOSITIVO


A pesquisadora usou uma plataforma de pesquisa, a Gephi, para monitorar no Twitter, por mais de 15 períodos de 24 horas, um conjunto de palavras-chave racistas, homofóbicas e preconceituosas. São 430 palavras-chave em português, inglês e espanhol porque mesmo postagens em português podem usar termos estrangeiros.

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS