close

ESPAÇO ABERTO: Poucas informações e desconhecimento da lei travam CPI da Energisa

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

17 de Outubro de 2019 às 08:48

ESPAÇO ABERTO: Poucas informações e desconhecimento da lei travam CPI da Energisa

FOTO: (Divulgação)

LENTIDÃO

 

A CPI da Energisa parece que não fez a lição de casa. Um bom pauteiro poderia colaborar, e muito, com os trabalhos da Comissão Parlamentar de Inquérito que avança muito pouco à medida que vai questionando os convocados a depor. Nesta quarta-feira,16, ao interrogar o presidente do IPEM ( Instituto de Pesos e Medidas do Estado de Rondônia ), Aziz Rahal Neto, os deputados descobriram que existe um contrato de colaboração entre a Energisa e o Ipem. Na semana passada, os deputados foram informados de uma parceria da Polícia Civil com a Energisa e descobriram também que o Procon nunca aplicou nenhum tipo de multa relativa ao consumidor ter sido lesado, seja pela Energisa ou qualquer outro estabelecimento.

 

 

MEDIDAS

 

A partir dessas informações a CPI tratou de tomar algumas providências: suspender o termo de cooperação entre Energisa e Polícia Civil, até por uma questão óbvia de transparência, tornar o Procon um órgão com poderes para aplicar multas e, agora, providenciar o fim do contrato da Energisa com o Ipem. É fácil de observar que para essas informações obtidas até aqui não haveria necessidade de convocação para depor. Um produtor de reportagem, por exemplo, levantaria todas as questões, inclusive com dados e números, apenas com uma ligação telefônica para as devidas assessorias de imprensa dos órgãos citados.

 

 

IPEM

 

Na fala didática do presidente do Ipem, Aziz Rahal Neto, ele foi questionado e explicou que o órgão é uma autarquia estadual que responde ao Inmetro ( Instituto Nacional de Pesos e Medidas ). Aziz informou que o Ipem recebe da Energisa entre R$ 27,00 e R$ 58,00 por medição metrológica em cada aparelho de consumo de energia, o chamado “relógio de luz”. Aziz disse ainda que o contrato para a prestação desse serviço é antigo, desde a época da Ceron energia.

 

 

SOMENTE VERIFICAÇÃO

 

Um funcionário do Ipem, que trabalha diretamente com verificação de medidores, disse aos deputados que o trabalho do instituto é somente voltado para análise de possível violação de lacre ou algum outro dispositivo existente no medidor. O Ipem não faz perícia, portanto seus técnicos não tem como informar se algum medidor está programado para registrar aumento ou diminuição de consumo de energia.

 

 

POLITEC

 

Diante de informações tão básicas só restou aos deputados programar uma convocação de peritos da Polícia Técnica Científica. Na próxima semana, servidores especializados do órgão serão questionados sobre as possíveis maneiras de adulteração de medidores. Eu imagino que possam existir diversos dispositivos que permitem fraudar os “ relógios de luz”. A questão é onde obter algum aparelho que tenha sido adulterado que possa ser entregue para perícia. Minha sugestão para a CPI é solicitar de alguns usuários aleatórios, que tiveram reajustes anormais em suas contas de luz, a cedência de seus medidores para análise pericial.

 

 

PODRIDÃO

 

O esgoto a céu aberto na avenida Amazonas próximo da rua Venezuela é um tormento para comerciantes, moradores e pessoas que precisam usar os comércios que tem na região. 03 comerciantes me disseram que o problema é crônico e não adianta pedir ajuda da prefeitura. A solução tem sido esperar abrir um sol muito quente para secar a podridão o mais rápido possível.

 

 

 

 

 

 

 

OUTRO LADO

 

O sub-secretário de serviços básicos, Wellen Prestes, informou que o problema do esgoto está na programação para os próximos dias. Prestes informou ainda que além da Amazonas com Venezuela, tem previsão de trabalho nas ruas Nicarágua, Paulo Freire, Álvaro Maia, Raimundo Cantuária, Getúlio Vargas e Joao Pedro da Rocha.

 

 

MAIS IMUNDÍCIE

 

Na rua Aruba, bairro Socialista, as imagens registradas por Willian Ferreira revelam como vivem os moradores de bairros esquecidos pelo poder público. A placa do pão em oferta é que serve de sinalização para alertar motoristas e pedestres.

 

 

 

 

 

 

FÓRUM

 

Nesta quinta-feira (17), às 8h30, no Auditório Jerônimo Santana, o Governo de Rondônia realiza o lançamento do Fórum Rede+BRASIL que simplificará as relações de trabalho e gestão entre o governos Estadual e Federal, especialmente quanto ao controle, agilidade e transparência nos processos das transferências financeiras da União para o Estado.

 

 

OUTUBRO ROSA EM GUAJARÁ-MIRIM

 

Com o objetivo de conscientização e alertar as mulheres Guajará-mirenses sobre a importância da prevenção e diagnóstico, durante o Outubro Rosa o 6º Batalhão de Infantaria de Selva estará realizando diversas atividades: Dia 19 de outubro 2019 na escola Alkindar Brasil Arouca, entre 09:00hs e 17:00 estarão sendo oferecidos Serviços de oficinas com palestras, exames odontológicos, reciclagem e acomodação de lixo doméstico, Papa Nicolau, beleza da mulher (Corte de cabelo,escova, sobrancelha, manicure e pedicure), higiene pessoal, alimentar, Câncer de Mama, vacina contra Sarampo, prevenção de acidentes domésticos, colo de útero, vacina contra HPV, assédio sexual/ moral, auto exame, métodos contraceptivos, saúde da mulher e empreendedorismo.

 

 

BOM LADRÃO

 

Quando a gente pensa que já viu de tudo. Durante um assalto a um mercadinho, um bandido que estava acompanhando de um comparsa não quis o dinheiro de uma idosa que se encontrava no estabelecimento e ainda lhe deu um beijo na testa. Toda a ação foi registrada por câmeras de segurança do mercado. 

 

 

 

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS