close

ESPAÇO ABERTO: Filme de RO é destaque junto com produções de quase 100 países

Confira a coluna

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

16 de Outubro de 2019 às 09:30

ESPAÇO ABERTO: Filme de RO é destaque junto com produções de quase 100 países

FOTO: (Divulgação)

CACHORRO GRANDE


Amor de Mãe, uma produção com assinatura Rondoniense, estará participando do Festival de Cinema de Alter do Chão, no Pará, que acontece entre os dias 21 a 27 deste mês. Paulo Andreoli, produtor do filme, disse que só o fato de estar no festival já mostra que Rondônia tem qualidade à altura de grandes centros.

 


GRANDES PRODUÇÕES



O festival vai contar com produções de 98 países. São 1.979 filmes inscritos – nacionais, regionais e internacionais. Durante o evento, serão realizadas oficinas, palestras e seminários. Este último (seminários) com os diretores da Fox International, Fox Latinoamérica, Globo News, Box Brazil e Agência Nacional do Cinema (Ancine).

 


PRODUÇÃO EXCLUSIVA



Na última semana passada, “Amor de Mãe” foi lançado nacional e internacionalmente nos canais fechados Claro Now, Vivo Play e Looke. Com 48 minutos de duração, o media player foi produzido especialmente para essas plataformas.

 



ASSINATURA GLOBAL



O filme, que tem direção do cineasta e ator da Globo, Anselmo Vasconcellos, apresenta paisagens deslumbrantes da capital rondoniense e fotografia impecável. Anselmo interpreta também o ator principal. A co-direção é do rondoniense Neto Cavalcanti, que assina também a direção de fotografia, em parceria com Thiago Oliveira.

 



ENREDO


O filme é uma obra de ficção com uma pitada de romance, envolvendo três personagens em uma relação de poliamor.
‘Amor de Mãe aborda o imaginário amazônico de uma mulher cabocla/ribeirinha, Francine, que se apaixona por um pirata – o Chico Boto, interpretado por Anselmo Vasconcellos. A relação termina em uma tragédia, provocada pelo inconsciente de um homem apaixonado.




SEM TRANSPORTE



Trabalhadores que prestam serviço de transporte coletivo no município de Candeias do Jamari pararam as atividades na manhã desta terça-feira (15).



De acordo com o sindicato que representa a categoria, eles estão há três meses sem receber salários, ticket alimentação e cesta básica. Atualmente 45 trabalhadores atuam no serviço em Candeias. A situação foi relatada para o repórter William Ferreira “Homem do Tempo”.

 

 


 



FLAGRANTE



A imagem merece ser repetida infinitamente pois trata de um privilégio rondoniense que orgulha o Mundo. O transportador Ismael Lopes, morador da cidade de Sapezal, no Mato Grosso, fotografou uma onça pintada na área rural de Cabixi. O registro, no último sábado (12), foi feito às margens do rio que leva o mesmo nome da pequena cidade.

 



ERAM DOIS


Lopes disse que havia dois felinos, provavelmente um casal, mas o maior se escondeu na mata com a aproximação do barco. O rapaz que é fotógrafo amador conta que chegou a 20 metros da onça.

 

 

 

 


NEGADO


A Agência Nacional de Energia Elétrica negou aumento solicitado pela Energisa. A Empresa queria reajustar as contas dos rondonienses já no início do ano de 2020.

 



TEM MUITO A EXPLICAR


A Energisa enfrenta uma CPI em Rondônia. Diretores da Aneel estiveram semana passada em Porto Velho e confirmaram que há uma grande quantidade de denúncias contra a Energisa registradas na agência. A maioria dos casos estaria relacionada a aumentos abusivos na conta de luz dos consumidores rondonienses.

 



SELEÇÃO



O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO) está com inscrições abertas para o Processo Seletivo 2020/21. São ofertadas 2.996 vagas em cursos técnicos e de graduação para ingresso em 2020, nos municípios de Ariquemes, Cacoal, Colorado do Oeste, Guajará-Mirim, Jaru, Ji-Paraná, Porto Velho, São Miguel do Guaporé e Vilhena. As inscrições podem ser realizadas até 23h59 do dia 17 de novembro de 2019.


Para participar da seleção, os candidatos deverão acessar o Portal Seleção do IFRO (http://bit.ly/IFRO-PS2020), utilizar os documentos pessoais (CPF, RG e comprovante de residência), e documento oficial com notas e preencher todos os dados solicitados no formulário de inscrição. Não há pagamento de taxa de inscrição e todos os cursos ofertados pelo IFRO são gratuitos. Para os candidatos que não possuem acesso à internet, os campi disponibilizarão computadores para a realização das inscrições.
 

 


PENSÃO MILIONÁRIA



Rondônia paga em média, por pessoa, 25 mil reais por mês em pensões vitalícia para ex-governadores, suas viúvas e dependentes. Segundo o governo, o gasto com as pensões, somente em 2019, devem passar de R$ 2,4 milhões.

 

 


NA JUSTIÇA



Os pagamentos são questionados, desde julho, em uma Ação Civil Pública movida pelo Ministério Público de Rondônia (MP-RO).
A pensão vitalícia foi prevista na Constituição do Estado, promulgada em 1982, e regulamentada por lei em 1985. Anos depois, em 1990, outra lei estendeu o benefício aos que foram governador do ex-Território Federal de Rondônia.

 



INCONSTITUCIONALIDADE



A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) propôs diversas ações diretas de inconstitucionalidade junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) tentando o fim do pagamento das pensões.


As leis de Rondônia sobre o assunto eram alvos de uma das ações, no entanto, em 2011, houve a revogação dessas leis, o que prejudicou o prosseguimento da ação no Supremo e, na prática, não colocou fim aos pagamentos.




TRABALHO TEMPORÁRIO



O presidente Jair Bolsonaro editou nesta terça-feira,15, um decreto que regulamenta o trabalho temporário no Brasil. A medida foi publicada na edição do Diário Oficial da União.


O decreto define que os contratos têm prazo de até 180 dias, com possibilidade de renovação por mais 90.




FIM DA MULTA



O governo confirmou nesta terça-feira,15, que proporá o fim da multa de 10% do FGTS para o empregador que demite seu empregado e que vai para o caixa único do Tesouro.


A parte da multa devida ao empregado não sofrerá qualquer alteração.
 

 


MACONHA PARA USO MEDICINAL



Após dois pedidos de vista, a Anvisa adiou a decisão sobre a produção, plantio e transporte da maconha medicinal para empresas farmacêuticas e sobre o registro de medicamentos produzidos à base da cannabis. O relator da proposta e diretor-presidente da Anvisa, William Dib, apresentou voto favorável às duas medidas.



Trecho da decisão da Anvisa:



- O objetivo é submeter os produtos às mesma regras aplicados aos medicamentos para garantir o que hoje é ausente: a qualidade. Para que a disponibilidade de medicamento cresça amparada pela solidificação das evidências científicas […] Os números favorecem compreender que há uma demanda real sobre prescrição para esses produtos, que não podem mais ser entendidos no universo da regulação como uma excepcionalidade.


Esta consulta pública tem forte oposição dentro do governo, sobretudo do ministro Osmar Terra.

 

 

 

 

 

 

Mande suas sugestões de pauta, fotos, denúncias ou reclamações para espacoaberto@rondoniaovivo.com.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS