close

ESPAÇO ABERTO: Saúde Pública é o que mais preocupa a população brasileira

Confira a coluna de Cícero Moura

RONDONIAOVIVO - CÍCERO MOURA

14 de Agosto de 2019 às 08:20

ESPAÇO ABERTO: Saúde Pública é o que mais preocupa a população brasileira

FOTO: (Divulgação)

PRIORIZAR A SAÚDE


Levantamento do instituto Paraná Pesquisa, revela que saúde pública é a área das maiores preocupações e queixas dos brasileiros. Pela pesquisa, 44,3% ainda esperam do governo Bolsonaro prioridade total para Saúde e 16% para Educação. Geração de empregos, que vinha liderando preocupações dos brasileiros, está em terceiro, com 15,6%.

 

MUDOU A POSIÇÃO


Segurança, que já liderou pesquisas semelhantes em outros tempos, agora é preocupação prioritária apenas para 7,3% dos entrevistados.

 

ATÉ CORRUPÇÃO MUDOU


Até mesmo a corrupção, que até há alguns anos era um dos principais fatores de indignação, hoje está em 5º lugar, com 6,3%.

 

ECONOMIA MANTÉM ÍNDICES


A economia ou sua recuperação permanece entre as principais preocupações dos brasileiros, mas só para 6% dos entrevistados.

 

ABRANGÊNCIA


O Paraná Pesquisas ouviu 2.082 brasileiros em 174 municípios, entre os dias 5 e 9 de agosto. A margem de erro é de 2%.

 

TERRORISTA DA AL-QAEDA

 

O FBI divulgou que busca, no Brasil, o egípcio Mohamed Ahmed Elsayed Ahmed Ibrahim. As autoridades dos Estados Unidos suspeitam que ele tenha participado da organização terrorista Al-Qaeda como "gaente e facilitador". O governo brasileiro confirmou a informação e disse que Ibrahim vive em situação regular no Brasil, após ingressar no país em 2018.

 

O FBI avisou que o homem anda armado e é perigoso. A ideia dos americanos é apanhar vivo o agente da Al-Qaeda, porque quer informações atualizadas sobre o movimento. 

 

LEI RHUAN MAYCON


Projeto de Bia Kicis (DF), Carla Zambelli e Eduardo Bolsonaro (SP) eleva a pena máxima de 30 para 50 anos. Será a “Lei Rhuan Maycon”, em homenagem à memória da criança de 9 anos torturada, assassinada e esquartejada pela mãe e sua companheira por ser menino. Até o pênis do garotinho foi cortado.

 

SELIC A 5%


Economista-chefe do Porto Seguro, José Pena, aposta para 2019 taxa Selic a 5%, em razão da desaceleração global, da ameaça argentina à industrial brasileira e a retomada ainda lenta da atividade doméstica.

 

RECORDE


Em apenas um mês o Laboratório Municipal de Vilhena realizou  28 mil exames, um recorde de atendimentos. Após inauguração de novo prédio e instalação de equipamentos modernos, o local vive seu melhor momento.

 

SERÁ EXPULSO

 

 

O PSL decidiu expulsar o deputado Alexandre Frota (SP), crítico do governo Jair Bolsonaro, das fileiras do partido. A decisão foi tomada nesta terça (13). O presidente do partido, Luciano Bivar, se engajou pessoalmente na busca de votos pelo expurgo de Frota.

 

NADA DE EXPULSÃO

 

 

O deputado federal Aécio Neves deve ter, nesta semana, uma conversa “séria” com o presidente nacional do PSDB, Bruno Araújo, sobre seu destino no partido, segundo aliados do tucano mineiro. 

 

Parlamentares próximos de Aécio dizem que o ex-senador até estava disposto a negociar uma licença do partido, mas está disposto a “enfrentar” a legenda, após ser alvo de pressão de outros tucanos, que pedem a sua expulsão.

 

Aliados do deputado lembram que o código de ética da sigla, aprovado no fim de maio, só prevê expulsão de tucanos condenados criminalmente ou que tenham cometido infidelidade partidária, o que ainda não é o caso de Aécio. Excelente esse código de ética. E a vergonha na cara que se dane.

 

JOER

 

Nesta quarta-feira (14), às 19h30, no Ginásio Cláudio Coutinho, o governo de Rondônia realiza a Fase Estadual da Etapa em Modalidades Coletivas do Jogos Escolares com a temática “Movimento”, com o objetivo de mostrar para a juventude de Rondônia que estar conectado é bom, mas a prática de esportes é ainda melhor.

 

ENFIM UM POUCO DE RESPEITO

 

Para religar luz ou a água cortadas é necessário o pagamento de uma taxa de religação. Quanto mais rápido o consumidor quiser ter o serviço de volta, mais cara é a taxa. A partir de agora, isso é coisa do passado. Uma lei publicada no Diário Oficial de ontem determina que se o motivo do corte tiver sido falta de pagamento, é proibida a cobrança de qualquer tipo de taxa para restabelecer o serviço.

 

A lei estabelece o prazo de seis horas para que a luz ou água sejam religados sem qualquer ônus ao consumidor. As empresas prestadoras de serviços públicos que descumprirem a lei estão sujeitas às sanções administrativas previstas no art. 56 do Código de Defesa do Consumidor, aplicáveis na forma de seus art. 57 a 60, sem prejuízo de eventuais sanções de natureza civil e penal. Um alívio a menos em meio a tantos abusos cometidos pelas concessionárias desse tipo de serviço. 

 

FALANDO EM ENERGIA


Diversos bairros de Porto Velho (RO) ficaram sem energia por quase duas horas na tarde desta terça-feira (13). O apagão ocorreu por volta das 16h e permaneceu até às 17h40 quando a energia foi restabelecendo aos poucos. Semáforos desligados geraram um verdadeiro caos no trânsito. 

 

OUTRO LADO

 

Sem dar muitos detalhes para a população a Energisa divulgou uma nota informando que houve um problema na subestação Tiradentes, em Porto Velho, que comprometeu o abastecimento de outras duas subestações – Alphaville e Rio Madeira. Ainda conforme a nota, cerca de 60 mil clientes tiveram o abastecimento de energia suspenso. Apesar do problema ser identificado e corrigido a Energisa não soube esclarecer as causas do apagão.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS