close
logorovivo2

VÍDEO: Líder do “Movimento Sem Terra”, declara apoio a Expedito Junior

Irailton Daurea de Souza - “Terrinha” que disputou uma vaga no senado pelo PMB, gravou um vídeo abraçado ao candidato do PSDB que agradeceu o apoio

RONDONIAOVIVO/PAULO BESSE

17 de Outubro de 2018 às 17:15

VÍDEO: Líder do “Movimento Sem Terra”, declara apoio a Expedito Junior

FOTO: (Divulgação)

Alguns dos candidatos derrotados na disputa eleitoral para o governo do estado, adotaram discursos distintos após a confirmação de que o segundo turno seria realizado entre Coronel Marcos Rocha (PSL) e Expedito Junior (PSDB). Teve quem decidisse não declarar apoio para nenhum dos lados, mas alguns deles já decidiram seu lado na disputa. 

 

Irailton Daurea de Souza – “Terrinha” (PMB), é um deles. Ao lado do candidato tucano Expedito Junior assumiu seu apoio para o candidato do PSDB. O candidato ao senado derrotado deixou claro que vai apoiar Expedito Junior por acreditar que ele valorizará a reforma agraria beneficiando os sem-terra da região. “Eu costumo decidir as coisas assim, mas é que agora eu represento um conjunto muito grande de forças. “Terrinha” é um dos líderes do Movimento Sem Terra em Rondônia, e fez questão de gravar um vídeo abraçado ao seu novo candidato ao governo. “Tenho certeza que ele vai assumir nossa luta”, garantiu.

 

Terrinha é ativista agrário, militante há vinte anos e coordenador municipal do MLT (Movimento Luta Pela Terra) que é ligado ao MST (Movimento dos Sem Terra) em Porto Velho. O MLT é uma organização presente em 24 munícipios de Rondônia e já possui 225 assentamentos agrários legalizados. Terrinha também concorreu ao cargo de vereador nas eleições de 2016.

 

“Eu venho ser um grito dos excluídos, um grito daqueles que não tem moradia, um grito daquelas pessoas que estão fartas de uma política demagoga, onde a população nunca recebe respostas do poder público e peço apoio de todos” finalizou pedindo apoio ao tucano.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS