close
logorovivo2

"Pilares X Princípios" dos planos de governo de Expedito e Marcos Rocha

Vamos para a segunda matéria da série especial que analisa as propostas dos dois candidatos ao governo. O Rondoniaovivo quer facilitar a vida do leitor e eleitor, apresentando de forma simples, clara e dinâmica as propostas.

RONDONIAOVIVO

11 de Outubro de 2018 às 15:45

"Pilares X Princípios" dos planos de governo de Expedito e Marcos Rocha

FOTO: (Divulgação)

 

Hoje o Rondoniaovivo publica a segunda matéria da série especial "Em Quem Votarei?", com a comparação de tópico a tópico, junto aos planos de governo originais, apresentados e a disposição juntos ao portal do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Os dois documentos serão divididos numa série de matérias, para que o eleitor possa entender de uma forma fácil e rápida baseado no pensamento de cada candidato e suas pretensões de ações caso sejam eleitos.

 

O segundo turno de Rondônia terá a disputa de dius candidatos com os seguintes candidatos à vice:

  • PSDB, Candidato ao Governo Expedito Junior e Candidato ao Vice-Governo Maurício Carvalho.
  • PSL, Candidato ao Governo Coronel Marcos Rocha e Candidato ao Vice-Governo José Jodan.

 

Na série de hoje conheça os piláres ou linhas temáticas de cada candidato. Confira:

 

Expedito Júnior

O plano de governo do candidato Tucano apresenta como “Pilares” os valores e formas de atuação, para mostrar que em que planejam há possibilidade das propostas serem factíveis. Dividido em oito tópicos os pilares dão o rumopara a confecção das soluções divididas por áreas.

 

  1. Valores Éticos: Atuar com honestidade e moralidade, promovendo valores que vão além do mero respeito às leis, de forma a estimular o comportamento íntegro e o respeito ao interesse público.
  2. Equidade: Promover, nas políticas públicas estaduais, a universalidade e a igualdade entre os cidadãos, sem privilégios ou preconceitos, visando assegurar direitos, oportunidades, riquezas, saúde e qualidade de vida para todos.
  3. Sustentabilidade: Integrar a vantagem comparativa de seus recursos naturais aos níveis mais altos de capital humano, comércio e inovação, para construir uma economia com base tanto nos recursos naturais como no conhecimento. A proposta é de crescimento sustentado pelo aumento da produtividade e não pelo esgotamento dos recursos naturais.
  4. Competitividade: Elevar o nível de competitividade de nosso Estado com produtos e serviços que proporcionem a abertura de novos negócios e assegurem o crescimento e melhoria da qualidade de vida de sua população.
  5. Profissionalismo: Atuar com proatividade, dinamismo, competência, motivação, compromisso e confidencialidade, demonstrando probidade, zelo, economia e observância às regras e aos procedimentos ao utilizar, arrecadar, gerenciar e administrar bens e valores públicos.
  6. Efetividade: Atuar com postura orientada a resultados de forma a assegurar o cumprimento da missão institucional. Não basta verificar se a lei foi cumprida, mas se o interesse público, o bem comum, foi alcançado.
  7. Inovação: Atuar de forma empreendedora, inovadora e criativa, amparada pela capacidade de adaptação e de realização, buscando sempre o processo contínuo de melhoria.
  8. Accountability: Assumir as responsabilidades de ordem fiscal, gerencial e programática que lhe foram conferidas, e de prestar contas a quem lhe delegou essas responsabilidades.

Construir Capital Humano e Social através do Investimento em Pessoas. Construção de capital humano que promova a capacidade de as pessoas produzirem bem-estar para sí próprias e para suas famílias, na saúde, educação, sensação de segurança, treinamento, vivência e capacidade inata; como também o capital social enquanto capacidade de se reunir para cumprir compromissos e controlar outros ativos.

  • Harmonização dos interesses dos servidores com o interesse do Estado enquanto gestor das políticas de educação;
  • Instrumentalização dos trabalhadores em educação através da garantia de espaço de pesquisa, estudo, formação continuada e recursos didático-pedagógicos e tecnológicos que supram suas necessidades;
  • Política de educação para reduzir os índices de reprovação e evasão nas últimas séries do Ensino Fundamental;
  • Política de educação voltada para o Ensino Médio e profissionalizante.

 

Marcos Rocha

 

O PSL vem com as temáticas que buscam oferecer um programa de governo que espelhe os maiores anseios da sociedade rondoniense, os caminhos a serem trilhados para a superação dos desafios de hoje para o Estado. Na elaboração da minuta do plano, o partido definiu um rol de princípios fundamentais.

  1. Descentralização, criando e levando a solução do problema para perto de onde ocorre, mediante forte ação estadual, com reconhecimento do papel fundamental dos Municípios.
  2. Simplificação, amortizando as cargas burocráticas para pessoas, empresas, organizações e Municípios.
  3. Confiança, de forma a tornar menos oneroso e mais ágil o processo produtivo e o processo decisório no Estado.
  4. Eficiência, como meio do Poder Público cumprir o seu papel de atuar para resolver os problemas da população.
  5. Transparência, com efetivo acompanhamento da sociedade na execução das políticas públicas.
  6. Inovação, de modo a aumentar a produtividade e a qualidade de vida das pessoas. Um dos alvos basilares será a realização das reformas fundamentais, tão reclamadas pelo povo rondoniense, processo que terá início logo no começo do novo governo:

 

A) Melhoria dos serviços públicos, com a finalidade de praticar a radical melhoria da prestação de todos os serviços públicos disponibilizados aos rondonienses, com especial relevo para as áreas de educação, saúde, mobilidade urbana e segurança pública.

B) Aprimoramento da segurança pública, inclusive buscando avanços junto ao congresso Nacional e aprimoramento da legislação estadual, no que couber com o propósito de desenraizar a impunidade e aumentar os níveis de segurança no Estado, buscando a valorização dos profissionais de segurança.

7. Transparência, com o propósito de tornar mais confiável e transparente a atuação política no Estado de Rondônia.

8. Reforma e aprimoramento da infraestrutura estadual, por meio de um amplo programa de investimento em todas as dimensões da infraestrutura do Estado, a partir de regras claras e estáveis, com o propósito de fortalecer Rondônia, simplificar o sistema público e reduzir o custo Estado, aumentando a produtividade e gerando mais empregos.

 

 

O desígnio central deste conjunto de melhoras é o de instituir condições para o crescimento do Estado e das condições para o alargamento de políticas que instiguem, de forma visível, a superação da pobreza, garantindo a melhoria da qualidade de vida do povo de Rondônia.

Portanto, os Princípios do Plano de Governo organizam-se em áreas, e que, por sua vez, abrangem diversos temas:

1. Cidadania - 2. Economia - 3. Educação - 4. Estado Eficiente - 5. Saúde - 6. Segurança Pública - 7. Sustentabilidade

 

Terceira Parte

A terceira parte das matérias será apresentada o que os Planos de Governo visam para a promoção social e valorização humana. Não percam!


 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS