close

DIVERSIDADE CULTURAL: Continuam abertas as inscrições para o Prêmio de Culturas Populares

No ano passado, foram agraciadas 129 iniciativas da Região Nordeste, 123 da Sudeste, 99 da Sul, 51 da Centro-Oeste e 98 da Norte

RONDONIAOVIVO - EDIÇÃO

31 de Julho de 2019 às 17:29

DIVERSIDADE CULTURAL: Continuam abertas as inscrições para o Prêmio de Culturas Populares

FOTO: (Divulgação)

Continuam abertas as inscrições para o sétimo Prêmio Culturas Populares, que vai dar R$ 20 mil em prêmios a 250 mestres, mestras ou Pontos de Cultura que estimulem e valorizem as expressões culturais, como o cordel, o frevo, a quadrilha, o maracatu, a capoeira, as culinárias regionais e o bumba meu boi, entre outras. Os interessados podem se inscrever até o dia 16/9.


Premiação


Na edição deste ano, serão destinados 150 prêmios  a iniciativas de mestres e mestras da cultura popular, 90 a pessoas jurídicas sem fins lucrativos com finalidade ou natureza cultural, já reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva, e 10 para pessoas jurídicas com ações comprovadas em acessibilidade cultural, também reconhecidas como Pontos de Cultura ou cadastradas na Plataforma Rede Cultura Viva.


Os premiados nas edições de 2017 e 2018 não poderão concorrer ao prêmio neste ano. Os interessados podem apresentar uma única inscrição em apenas uma categoria.


Comissão - Avaliação 


A avaliação das propostas será feita por uma comissão designada especificamente para o prêmio, composta por profissionais de reconhecida atuação e conhecimento na área das culturas populares, técnicos e servidores do Ministério da Cidadania e de instituições parceiras.

 
A comissão terá 30 membros, sendo 15 titulares e 15 suplentes. Dentre os critérios de seleção estão a troca entre diferentes gerações que o saberes e fazeres da cultura popular tenham proporcionado, a relevância e a contribuição sociocultural das práticas nas comunidades em que são desenvolvidas e a capacidade de perpetuação e preservação dessas atividades tradicionais, gerando emprego e renda, entre outros.


Criação


inscrições e 2.045 mestres, grupos e entidades sem fins lucrativos premiados com um total de R$ 28,75 milhões. A premiação ficou suspensa entre 2013 e 2016, sendo retomada em 2017. No ano passado, foram agraciadas 129 iniciativas da Região Nordeste, 123 da Sudeste, 99 da Sul, 98 da Norte e 51 da Centro-Oeste.


Acesse o link e saiba mais sobre o prêmio.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS