close
logorovivo2

EXPOSIÇÃO E TEATRO: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

Pela primeira vez, o Ser Tão Teatro garante a acessibilidade em duas plataformas: audiodescrição e presença em cena de uma intérprete de Libras - Língua Brasileira de Sinais

ZÉKATRACA

12 de Abril de 2019 às 09:49

EXPOSIÇÃO E TEATRO: Confira a coluna "Lenha na Fogueira", por Zékatraca

FOTO: (divulgação)

Domingo começa a Semana Santa, com a celebração do Domingo de Ramos. Com certeza será uma semana na qual devemos nos concentrar nas orações, em especial, pela PAZ em nossa cidade Porto Velho que ultimamente tem registrado alto índice de violência.

 

*********

 

Antes, temos neste sábado 13, o Projeto Samba Autoral em homenagem ao Ernesto Melo – O Poeta da Cidade, numa coordenação da equipe da escola de samba Asfaltão.

 

**********

 

O Samba Autoral vai reunir a partir das 15 horas, os compositores de samba de Potro Velho no Bar do Calixto com a seguinte programação:

 

***********

 

Abertura (Todos) - Meu Samba Autoral (Bainha, Oscar e Baixinho); Misteira - Porto Velho do Guaporé (Ernesto) - Clareia (Mávilo e Misteira); Makumbinha – Águas do Samba (Ernesto) - Enluarada (Mávilo/makumba/Misteira); As Pastoras - Santa Bárbara (Ernesto); Sílvio Santos - Porto Velho meu dengo (Ernesto), Desabrigado (Silvio Santos); Piaba - Mercado Central (Ernesto), - Porto Velho, o porto de todos os sambas (Piaba); Bainha - Triângulo (Ernesto); - Vamos saudar Iansã (Bainha/Oscar/Baixinho); Toninho Tavernard - Canto Novo (Ernesto); Bárbara - Que bom (Ernesto); Hudson Mamedes - Arigolândia (Ernesto); Beto de Sá) - O Samba (Ernesto); Cidadão (Mávilo e Beto de Sá); Rafael - Favela (Ernesto); Erika - Mocambo (Ernesto).

 

*********

 

O repertório é dos melhores. Tem mais, Ernesto Melo promete mostrar canções que não fazem parte do seu CD. Aliás, acho que o Ernesto tirou aquela idéia da cabeça de se despedir do mundo artístico, durante o Samba Autoral. Faz isso não meu velho. Artista não vive sem aplauso.

 

********

 

Por falar em Semana Santa, ontem aconteceu na Cidade Cenográfica Jerusalém da Amazônia, Café da Manhã com a presença dos secretários municipais, cujas secretarias, estarão colaborando com o Grupo Êxodo na realização da peça O Homem de Nazaré.

 

***********

 

Tudo indica, que dessa vez o Grupo Êxodo vai realmente realizar o espetáculo. Os apoios estão chegando a todo vapor, inclusive do governo do estado através da Setur. Por falar nisso, o Coordenador de Turismo Saulo Toscano marcou presença no Café de ontem. Vamos nessa Zé Monteiro.

 

*********

 

Apenas salientando que o espetáculo O Homem de Nazaré entrará em cartaz apenas em junho. Durante as comemorações do Corpus Christi nos dias 20, 21 e 23.

 

**********

 

Já que entramos no assunto, o ator Omedino Pantoja que por muitos e muitos anos atuou como Cristo na Peça O Homem de Nazaré, está seguindo para Belém do Pará onde vai participar de espetáculo semelhante AGORA Semana Santa. O Cristo vai ser Cristo em Belém na próxima semana. É isso aí Omedino.

 

*********

 

O Sesc Porto Velho promove no dia 13/4, das 14 às 18 horas, Oficina de Violão, ministrada por Leonel Almeida, para jovens a partir dos 14 anos. À noite tem concerto das 20 às 21 horas, com Paulo Humberto e Maurício Rodrigues, Llitsia Moreno, Leonel Almeida. A participação é gratuita.

 

**********

 

A atividade faz parte do projeto Sesc Partituras. A oficina de violão abordará técnicas aplicadas à interpretação e execução de músicas brasileiras.


 

**********

 

Já o concerto apresentará um recorte das produções musicais brasileiras feitas para flauta transversal de grandes flautistas e compositores brasileiros.

 

***********

 

As peças serão interpretadas por: Paulo Humberto e Maurício Rodrigues, que serão acompanhados por Llitsia Moreno ao Piano e Leonel Almeida ao Violão.

 

***********

 

O Sesc Partituras, de acordo com a instituição organizadora do evento, é reconhecido como referência musical, e fonte de acesso e pesquisa de professores, músicos, compositores e pesquisadores de partituras de compositores brasileiros, sendo acessado nos cinco continentes.

 

 

CULTURA

 

Escolas podem agendar visita

à exposição que celebra o amor
 

As instituições de ensino interessadas em agendar uma visita, seguida de debate, às duas exposições fotográficas multimídia “O Amor é Filho do Tempo” e “Nós Que Aqui Estamos Por Vós Esperamos” devem entrar em contato com a coordenação por meio do telefone 3224-2070. A classificação é 14 anos.

 

Os trabalhos estão expostos na Casa Ruante, na rua José Bonifácio- 1295, entre Calama e Abunã. A mostra, aberta ao público na quinta-feira (4/4), ficará exposta até o dia 19 deste mês (abril), das 16 às 20 horas. Já as escolas podem agendar a visita na parte da manhã, tarde e noite.

 

A mostra aborda o amor, a vida e a morte. “É uma catarse e ninguém sai indiferente ao que ela tenta transmitir”, declarou Elizabete Christofoletti, que assina “O Amor é Filho do Tempo”.

 

O trabalho de Elizabete (O Amor é Filho do Tempo) é referenciado na obra literária de “Hamlet”, de William Shakespeare. De acordo com o curador da exposição, Joesér Alvarez, a exposição utiliza fragmento, em vídeo, do espetáculo Hamlet, no qual o personagem shakespeariano toma consciência de si ao sentir-se traído por Ofélia, sua esposa, caindo em desilusão profunda.

 

O visitante também pode interagir nesse ambiente shakespeariano, composto por uma cama, fitas coloridas e binóculos com fotos de cenas de amor produzidas com bonecos de plástico. Há ainda no ambiente, objetos (tapetes) que aguçam os cinco sentidos dos que passam pelo espaço.

 

“Nós Que Aqui Estamos...”

 

Já o trabalho fotográfico “Nós Que Aqui Estamos por Vós Esperamos”, contemplado com o prêmio de fotografia Dana Merril/2017, da Superintendência Estadual de   Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel), aborda, de acordo com Joesér, uma temática fúnebre, ao incluir imagens de pessoas que morreram.

 

“São retratos atemporais produzidos de forma artística, em uma poética lúgubre, com a proposta de celebrar a vida”, observou. “É um convite a uma reflexão sobre o valor do tempo presente como a maior dádiva da vida”, concluiu.

 

 

Alegria de Náufragos e

Rotas pelo Norte em RO

 

O grupo paraibano Ser Tão Teatro realiza, em abril, a turnê “Alegria de Náufragos: Rotas pelo Norte”, patrocinada pelo Programa Petrobras Distribuidora de Cultura 2017/2018, em que passa por quatro Estados da Região Norte, contemplando nove cidades. A última parada da circulação é em Rondônia, nas cidades de Porto Velho, Ariquemes e Ji Paraná. A circulação contemplou a capital do Amapá, Macapá; as cidades de Manaus e Itacoatiara, no Amazonas; e Rio Branco, Senador Guiomard e Xapuri, no Acre.

 

Em todas as etapas, o Ser Tão Teatro realiza apresentações do espetáculo “Alegria de Náufragos” e ações formativas como bate-papo após as encenações, intercâmbio com grupos locais e a oficina Improvisar é preciso - Construindo a cena com o Ser Tão. Todas as atividades são gratuitas e a classificação indicativa é para maiores de 12 anos de idade.

 

 

 

 

Em Porto Velho, a Companhia realiza, no Espaço Tapiri, na segunda-feira, 22 de abril, das 9h às 12h, a oficina Improvisar é preciso - Construindo a cena com o Ser Tão, com inscrição presencial. No dia seguinte, 23 de abril, o Ser Tão Teatro promove um intercâmbio cultural com o grupo O Imaginário e apresenta, no Espaço Tapiri, às 20h, o espetáculo “Alegria de Náufragos”. Já em Ariquemes, o intercâmbio cultural ocorre na quarta-feira, 24 de abril, com grupos locais.

 

A oficina acontece na quinta-feira, 25 de abril, das 9h às 12h, no Auditório da Prefeitura Municipal, e as inscrições são presenciais. Neste mesmo dia, o grupo paraibano apresenta o espetáculo “Alegria de Náufragos”, às 20h, no Centro Cultural Lídio Sohn. Por fim, em Ji Paraná, acontece o intercâmbio com grupos locais na sexta-feira, 26 de abril. No dia seguinte, a oficina Improvisar é preciso é realizada, das 9h às 12h, no Teatro Municipal Dominguinhos, com inscrição presencial. Para encerrar a Turnê “Alegria de Náufragos: Rotas pelo Norte”, o Ser Tão Teatro apresenta o espetáculo, no sábado, 27 de abril, às 20h, também no Teatro Municipal Dominguinhos.

 

Pela primeira vez, o Ser Tão Teatro garante a acessibilidade em duas plataformas: audiodescrição, por meio da distribuição de 20 fones de ouvido, permitindo a inclusão de pessoas com deficiência visual, e presença em cena de uma intérprete de Libras - Língua Brasileira de Sinais -, garantindo a integração de pessoas com deficiência auditiva. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS