close
logorovivo2

Escola de samba Asfaltão não para

Para a Escola de Samba Asfaltão, o ano não poderia ser diferente, 2017 começou pra valer!!

DA REDAÇÃO

26 de Abril de 2017 às 16:02

Escola de samba Asfaltão não para

FOTO: (Divulgação)

Em 29 de janeiro, ocorreu o primeiro Encontro da Bateria nota 10 da Escola - Batizada carinhosamente, como “PURA RAÇA”, com a comunidade, brincantes e simpatizantes em geral. De lá pra cá, o ritmo seguiu intenso, com encontros semanais e um desfile na comunidade, dia 26 de fevereiro, domingo de carnaval.

Sob o comando do Mestre de Bateria e Presidente da Escola, Danilo Cardoso, do Mestre Admilson Knigthz, dos Contra Mestres Allan Junior e Eduardo Dias, a Pura Raça, coração da Escola de Samba Asfaltão, reforça e lapida a harmonia do Samba de Enredo a ser defendido na avenida. Ao mesmo tempo, estes encontros contribuem na performance individual de cada ritmista, que se empenha de corpo, alma e coração para o resultado final da execução do samba.

Mesmo diante dos adiamentos do desfile, fizemos 13 encontros, que aconteceram no Bar do Calixto, dentro da comunidade, no reduto de bambas, onde o Samba vive e pulsa forte.

A Diretoria deixou claro no Encontro que aconteceu neste último domingo que, mesmo com o advento do cancelamento do desfile das Escolas de Samba, a Família Asfaltão não parará seu trabalho. Neste mesmo dia, ficou acordado que os Encontros da Pura Raça, Bateria da Escola, com Brincantes, simpatizantes e comunidade, permanecerão. A partir de agora, serão realizados sempre no último domingo de cada mês.

“A semente do samba foi plantada. A nossa missão, é regar e não permitir que esta chama se apague, para isso, procuramos manter a Harmonia e a União de nossa grande família. E como diz um trecho da exaltação de nossa Bateria:“...Vem de perto sentir a cadência da sua emoção...” Recado do Mestre de Bateria e Presidente da Agremiação, Danilo Cardoso.

PLANEJAMENTO

Não adianta e nem é o perfil da Família Asfaltão, ficar esperando as coisas caírem do céu, nem tampouco, cruzar os braços até que chegue o período de carnaval para movimentar a Escola. As coisas têm que acontecer, afinal, não é a toa que as agremiações são denominadas “Escolas” de Samba, devem fazer jus a esta denominação, sendo “escola” de fato.

Mas para trabalhar de forma organizada, a Diretoria da Escola se reuniu no dia 7 de abril e definiu suas estratégias e prioridades a serem desenvolvidas ao longo do ano de 2017.

Os projetos como o Samba Autoral, Oficina de Percussão, Leituras ao Vento, que partir de agora, chama-se “Leituras no Porto”, realizados pela Família Asfaltão devem ser fortalecidos. Além disso, a agremiação buscará fomentar, movimentar e desenvolver ações e outras atividades culturais, que poderão contribuir para com o fortalecimento do Bandeira do Samba em Porto Velho.

Acompanhem as informações e agendas da Escola pelo seu face.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS