close
logorovivo2

Fest Cineamazonia leva cinema para região do Mamoré e Bolívia

Fest Cineamazonia leva cinema para região do Mamoré e Bolívia

DA REDAÇÃO

10 de Junho de 2009 às 05:00

Fest Cineamazonia leva cinema para região do Mamoré e Bolívia

FOTO: (Divulgação)

A Mostra Itinerante 2009 é uma forma de integração cultural e de debate sobre o meio ambiente
 
Cerca de 2500 pessoas prestigiaram as projeções da Mostra Itinerante do Fest Cineamazônia 2009, realizadas no período de 2 a 7 de junho, na Bolívia e nos municípios brasileiros de Guajará Mirim e Nova Mamoré. Esta foi a terceira etapa do projeto que promove a inclusão do cinema. Todas as exibições foram em locais abertos ao publico e com entrada franca. Os filmes e vídeos da mostra foram selecionados entre os participantes do festival realizado em Porto Velho. Na Bolívia, os filmes brasileiros foram projetados com legendas.
 
A primeira apresentação desta etapa ocorreu no Batalhão da Força Naval, em Guayaramerim. Ainda na Bolívia a mostra esteve em Riberalta, Cachuela Esperanza, e de volta a Guayaramerim, no ginásio de esportes da cidade. Do lado brasileiro, o Fest Cineamazônia foi assistido em Guajará-Mirim e Nova Mamoré.
 
Para chegar a Riberalta, a equipe do Fest Cineamazônia teve que tomar um desvio por uma pequena estrada rural, no meio da floresta. O trecho de difícil acesso atrasou a viagem. O sindicato dos transportes fechou a estrada em protesto pelo reinicio da obra de pavimentação, pois a construtora tinha parado os trabalhos.
 
Em Guayaramerim, o secretário municipal de meio ambiente, Pedro Justiniano, destacou a importância da educação ambiental através do cinema. A estudante de engenharia florestal, Daniela Arely, disse que é preciso repensar as formas de exploração da floresta para evitar que o desenvolvimento seja com destruição.
 
A população de Cachuela Esperanza assistiu a mostra no bicentenário Teatro General Pando. A discussão no momento naquela localidade é sobre a possível construção de uma usina hidrelétrica binacional. O prefeito de Cachuela, Vicente Ferreira, disse que a obra é importante, mas será preciso uma ampla discussão sobre os impactos sociais e ambientais. Cachuela Esperanza foi o primeiro pólo econômico da Bolívia. Atualmente é patrimônio cultural do país.
 
Na cidade de Guajará-Mirim, lado brasileiro da fronteira, o Fest Cineamazônia foi projetado no ginásio de esportes do Centro Social Despertar, mantido pela Diocese. O coordenador do Despertar, Pedro Ademar Lima do Nascimento considerou importante a mostra itinerante para levantar uma discussão ambiental de uma forma cultural.
 
Para o presidente da ong Maporé, Francisco de Assis Barros (Chicão), a educação ambiental é a única forma de criar uma nova consciência na população região, visando a preservação dos rios e da floresta.
 

O Fest Cineamazônia Itinerante é patrocinado pela Petrobras, através da Lei de Incentivo à cultura, da Secretaria de Audiovisual, do Ministério da Cultura. Tem como apoiadores a Santo Antônio Energia, Maporé, Governo de Rondônia, Prefeitura de Porto Velho através da SEMDES e SEMED, e senadora Fátima Cleide, e deputado federal Eduardo Valverde.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS