close
logorovivo2

Inscrições abertas para o Projeto Cuniã Arte Contemporânea 2009.

Inscrições abertas para o Projeto Cuniã Arte Contemporânea 2009.

DA REDAÇÃO

26 de Janeiro de 2009 às 10:30

Inscrições abertas para o Projeto Cuniã Arte Contemporânea 2009.

FOTO: (Divulgação)

Continuam abertas as inscrições aos interessados em participar do Projeto Cuniã Arte Contemporânea, que acontecerá a partir do dia 27, até 30 de janeiro, em Porto Velho.
Idealizado pela Rede Nacional Funarte Artes Visuais, do Ministério da Cultura, o projeto conta, em Rondônia, com apoio do Governo do Estado, através da SECEL (Secretaria da Cultura e Lazer), e será desenvolvido na Casa da Cultura Ivan Marrocos, por iniciativa da Associação Cultural Cuniã.
Sem qualquer custo, os interessados podem se inscrever, na Casa da Cultura Ivan Marrocos, no horário das 8 às 18 horas, até o dia 26 (segunda-feira).
O projeto trazido a Porto Velho pela Associação Cultural Cuniã consiste em ações de cunho informativo e participativo num processo de interação, intercâmbio e construção, executado em mesas redondas e oficina interativa. E, será voltado a artistas plásticos, profissionais ou iniciantes, estudantes e pessoas interessados em se iniciarem no mundo das artes.
Mesas Redondas
Dois temas serão desenvolvidos durante o evento:
I – A Arte e o Homem/Uma Visão Filosófica, cujo palestrante-instrutor será o professor e ex-reitor da UNIR José Dettoni.
II – Artes Visuais, Texto e Contexto Contemporâneo, que terá a coordenação de Ariel Argobe.             
Oficina de artes
“Oficina Interativa: Fundamentos do Imaginário Caboclo na Arte Contemporânea”.
Sob esse tema a oficina se propõe a desenvolver prática interativa, onde o patrimônio imaterial do universo caboclo empresta-se para a concepção e construção de obra de arte no contexto contemporâneo.
Pelas informações prestadas por Cláudio Vrena, diretor da Associação Cultural Cuniã, “uma obra (instalação) será concebida e construída com a participação dos integrantes da oficina, que será exposta no XII Salão de Artes Plásticas de Rondônia”.
Reflexões
Para Cláudio Vrena, “é de extrema importância que os segmentos culturais de Rondônia estejam munidos de informações, e capacitados para trilhar na atual zona de transição e turbulências, onde as próprias definições se tornam, às vezes, indefinidas, onde o certo caminha por veredas incertas, onde a construção pode ser a desconstrução, onde o efêmero se confunde com o perene; e vice-versa”. “Destarte, conclui Vrena, é importante a participação, e o prestigiamento da classe artística rondoniense”. Oportunidade imperdível.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS