close
logorovivo2

Festcine Amazônia iniciou atividades com exibição de vídeo oficial e lançamento do livro Política e Ação Cultural

Festcine Amazônia iniciou atividades com exibição de vídeo oficial e lançamento do livro Política e Ação Cultural

DA REDAÇÃO

11 de Novembro de 2008 às 10:56

Festcine Amazônia iniciou atividades com exibição de vídeo oficial e lançamento do livro Política e Ação Cultural

FOTO: (Divulgação)

Emoção foi o que não faltou durante o coquetel de abertura da 6ª edição do Festcine Amazônia – Festival de cinema e vídeo ambiental que aconteceu na noite de ontem (10 de novembro) na Boutique Gelada. O evento, que contou com a presença maciça da imprensa local, convidados e também do público que ali compareceu para prestigiar festa.

A programação contou com a exibição do vídeo institucional da 6ª edição do Festcine Amazônia seguido do lançamento do livro "Política e Ação Cultural", de Werinton Kermes. O livro reúne fontes teóricas e a experiência prática do autor como artista, gestor e produtor cultural. São discutidos vários aspectos da cultura, tais como sua valorização como elemento chave para a dissolução dos preconceitos, além da fragilidade e do entrecruzamento entre os conceitos de cultura de massa, cultura erudita e cultura popular e a função da cultura para além do entretenimento. O trabalho se propõe também como uma avaliação das políticas culturais e dedica um capítulo para o papel do poder público nas gestões das culturas, sempre plurais, porque múltiplas e complexas.

Werinton co-dirigiu com a jornalista Luciana Lopes, o documentário "Povo Marcado" que será exibido na Mostra Direitos Humanos na manhã de quarta-feira (12 de novembro) no teatro do SEST/SENAT.
Fernanda Kopanakis, umas das organizadoras do Festcine juntamente com Jurandir Costa e Carlos Levy, falou sobre a programação deste ano, dando ênfase especial ao Festcine Itinerante. Em 2008 o Itinerante percorreu mais de 33.000 mil quilômetros e neste percurso exibiu mais de 114 horas de filmes, incluindo documentários, animações e vídeos reportagens, todos voltados para a questão ambiental e desta forma, o Festcine Amazônia através do Itinerante conquistou o mundo.
Com a itinerancia, o Festival conseguiu ampliar seu alcance e sua capacidade de refletir sobre os nossos próprios problemas de forma mais direta com as pessoas de comunidades Ribeirinhas de Rondônia, como as do Rio Madeira, de todos os estados da Região Norte do Brasil e ainda ultrapassando fronteiras e chegando aos nossos vizinhos da América Latina: Peru (Porto Maldonado, Cuzco e Ynapay),Bolívia (Guayará Mirim, Cachuela Esperanza, Riberalta) e Colômbia (Santiago de Cali). O Itinerante também cruzou o Atlântico levar o Cinema Ambiental até os irmãos lusitanos em Portugal (Coimbra).
Fernanda enfatizou a programação paralela a Mostra Competitiva que inclui o Cinema no Circo, Cinema no Terreiro, Cinema no Beiradão, Mostra Arco-Íris, que como já se tornou tradição em todas as edições do Festcine Amazônia, acontece em várias comunidades da capital, assim como debates e oficinas.
Jurandir Costa ressaltou que para esta edição do Festival foram inscritos mais de trezentos e quarenta produções entre filmes, vídeos, animações, documentários e vídeos reportagens ambientais oriundas de todo o Brasil. Deste total o Festcine selecionou sessenta e três trabalhos que serão exibidos durante as Mostras que acontecem até sexta-feira (14 de novembro) no Teatro Um do SESC Esplanada.
Os agradecimentos foram direcionados para os patrocinadores do Festival e também para os parceiros. Jurandir falou sobre os laços estabelecidos com os realizadores do Acre, Amapá e Roraima. Jurandir também destacou a presença dos profissionais da imprensa que prestigiam e divulgam o Festcine desde a sua primeira edição.
A 6ª edição do Festival com o tema "Não – A Natureza não pode sair de cena" acontece em Porto Velho, Rondônia no período de 10 a 15 de novembro no SESC ESPLANADA, com entrada franca.
 
O Festcine Amazônia conta com o patrocínio da Petrobras, Ministério da Cultura através da Lei Rouanet, Fundo Nacional de Cultura,  tem ainda o apoio cultural da senadora Fátima Cleide, deputado federal Eduardo Valverde, IBM, Governo de Rondônia, Secel, Semed, Fecomércio e parceiros da mídia rondoniense.
 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS