close

Estado do Amazonas confirma primeira morte por coronavírus

O paciente Geraldo Savio da Silva, de 49 anos, era do município de Parintins e estava internado no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz

EM TEMPO

25 de Março de 2020 às 09:11

Estado do Amazonas confirma primeira morte por coronavírus

FOTO: (Divulgação)

O paciente Geraldo Savio da Silva, de 49 anos, diagnosticado com o novo coronavírus (Covid-19), morreu no início da noite desta terça-feira (24), no Hospital e Pronto Socorro (HPS) Delphina Aziz, na Zona Norte de Manaus. Ele é a primeira vítima fatal por conta da pandemia no Amazonas.

 

 

Proveniente do município de Parintins, Geraldo foi internado no HPS no último sábado (21), por conta do agravamento dos sintomas do Covid-19. No último domingo, o paciente sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas foi prontamente socorrido e estabilizado, sendo acompanhado pela equipe médica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Delphina.

 

O paciente era portador de hipertensão arterial sistêmica. No último domingo, ele sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas foi prontamente socorrido e estabilizado, sendo acompanhado pela equipe médica na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Delphina. 

 

Nesta terça-feira, o quadro do paciente voltou a agravar e, no início da noite, ele morreu. Por meio de nota, o prefeito de Parintins, Bi Garcia, também confirmou a morte do paciente e pediu que a população cumpra com as medidas de prevenção da doença. 

 

"Lamentamos profundamente e reforçamos ainda mais a toda população a importância de nos mantermos em isolamento em nossas casas", diz o comunicado. 

 

Bi Garcia relatou ao portal EM TEMPO que recebeu a notícia sobre a morte Geraldo Savio após receber um telefonema do secretário de saúde do Estado, Rodrigo Tobias. 

 

"O paciente morreu por volta da 19h45. Infelizmente. uma vítima fatal dessa doença que está assombrando o mundo. Eu o conhecia, mas não tinha contato. Ele era natural do Pará, mas morava em Parintins há mais de 15 anos. Era um homem muito querido no município", informou o prefeito. 

 

Ainda conforme o prefeito, Geraldo Savio contraiu a doença após participar de um encontro de pescadores, que aconeceu em um hotel da capital amazonense e reuniu adeptos do esporte de todo o Brasil e até de outros países.

 

Após o evento, o paciente participou de uma pesca no município de Nhamundá e  retornou para Parintins, sentindo os sintomas da doença.

 

O segundo caso de coronavírus proveniente de Parintins é da esposa de Geraldo Savio, que não teve o nome divulgado. Ela apresenta quadro assintomático e está em isolamento em sua residência.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS