close

UFAM: Editais 44 e 45/2019 para Técnico-Administrativo

Concurso UFAM - Universidade Federal do Amazonas - abre vagas para servidores da carreira técnico-administrativa

CONCURSOS NO BRASIL

1 de Julho de 2019 às 10:52

UFAM: Editais 44 e 45/2019 para Técnico-Administrativo

FOTO: (Divulgação)

A Universidade Federal do Amazonas (UFAM) publicou os editais nº 44 e 45/2019 de seu novo processo para seleção de servidores da carreira de Técnico-Administrativo em Educação. O Concurso UFAM vai suprir vagas de nível médio e superior nas Unidades Acadêmicas de Coari, Humaitá, Itacoatiara e Manaus.

 

 

Cargos e vencimento concurso UFAM

 

Ao todo, são disponibilizadas 28 vagas, distribuídas entre os cargos de Assistente Social, Médico Veterinário, Enfermeiro, Engenheiro Civil, Bibliotecário Documentalista, Arqueólogo, Assistente em Administração e Assistente em Administração.

 

Também há chances para Técnico em Eletricidade, Técnico de Laboratório/Área: Biologia, Técnico de Laboratório/Área: Química, Técnico de Laboratório/Área: Informática, Técnico de Laboratório/Área: Industrial, Técnico de Tecnologia da Informação, Técnico em Contabilidade, Técnico em Nutrição e Dietética, Tradutor e Intérprete de Linguagem de Sinais e Técnico em Eletromecânica.

 

O vencimento inicial para os novos servidores será de R$ 2.446,96 a R$ 4.180,66, conforme o nível do cargo, mais os seguintes benefícios: Incentivo à Qualificação, auxílio creche e pré-escolar (R$ 321,00), auxílio-alimentação (R$ 458,00) e vale transporte.

 

 

Inscrições

 

Os formulários de inscrição devem ser preenchidos somente pelo site http://www.comvest.ufam.edu.br/ de 10h do dia 24 de junho às 17h do dia 15 de julho de 2019.

 

O valor da taxa de inscrição é de R$ 110,00 ou R$ 85,00.

 

 

Provas

 

O concurso UFAM será realizado em uma única etapa de prova objetiva para cada cargo, com data de realização prevista para 15 de setembro de 2019, em Coari, Humaitá, Itacoatiara e Manaus.

 

O concurso terá validade de um ano, havendo possibilidade de prorrogação.

 

Conteúdo programático comum a todos os cargos

 

 

NÍVEL MÉDIO

 

LÍNGUA PORTUGUESA

 

Compreensão e interpretação de textos verbais e não verbais. Ideias principais e secundárias, explícitas e implícitas. Vocabulário: sentido de palavras e de expressões no texto. Denotação e conotação. Noções de variação e das modalidades oral e escrita da língua.

 

Fonologia: encontros vocálicos e consonantais, dígrafo, divisão silábica, ortografia, acentuação tônica e gráfica. Ortoépia e prosódia.

 

Morfologia. Classes de palavras: classificação, flexões nominais e verbais, emprego. Classes gramaticais invariáveis: preposições, conjunções, advérbios, interjeições. Conjugação verbal.

 

Sintaxe. Frase, oração e período. Tipos de sujeito. Tipos de predicado. Período simples e período composto. As orações coordenadas e subordinadas. Emprego das palavras "que", "se" e "como". Pontuação.

 

Tópicos de linguagem. Emprego de certas palavras ou expressões: A ou Há, A baixo ou Abaixo, Ao encontro de ou De encontro a, A cerca de ou Acerca de ou Cerca de ou Há cerca de, A menos de ou Há menos de, A par ou Ao par, Ao invés de ou Em vez de, Bastante ou Bastantes, Mas ou Mais, Mau ou Mal, Onde ou Aonde, Por que ou Por quê ou Porque ou Porquê, Tampouco ou Tão pouco.

 

Manual de Redação da Presidência da República - 3ª Edição.

 

 

LEGISLAÇÃO

 

Regime jurídico dos servidores públicos civis da União. Lei 8.112 de 1990 e suas alterações.

 

Código de Ética Profissional no Serviço Público; Decreto 1.171 de 22 de junho de 1994;

 

Lei da Improbidade Administrativa. Lei nº 8.429/1992.

 

Estruturação do Plano de Carreira dos cargos Técnicos Administrativos em Educação no âmbito das Instituições Federais vinculadas ao ministério de Educação. Lei nº 11.091/12 de janeiro de 2005 e 11.233/22 de dezembro de 2005.

 

 

NÍVEL SUPERIOR

 

LÍNGUA PORTUGUESA

 

Compreensão e interpretação de textos, considerando as relações morfossintáticas e semânticas que os constituem. Ideias principais e secundárias, explícitas e implícitas. Coesão e coerência textuais. Vocabulário: sentido de palavras e de expressões no texto. Denotação e conotação.

 

 

Gêneros textuais. Funções da linguagem.

 

Fonologia: significante e significado.

 

Morfologia. Estrutura e formação de palavras: os elementos mórficos. Processo de formação das palavras. Conjugação verbal dos tempos simples e compostos.

 

Sintaxe. Concordância nominal e verbal. Regência nominal e verbal. Uso do acento indicativo de crase. Pontuação. Colocação pronominal: próclise, mesóclise e ênclise. Valor sintático dos conectivos (conjunções coordenativas e subordinativas).

 

Relações semânticas: sinônimos, antônimos, homônimos, parônimos. Hiponímia e hiperonímia. Figuras e vícios de linguagem.

 

Manual de Redação da Presidência da República - 3ª Edição.

 

 

LEGISLAÇÃO

 

Regime jurídico dos servidores públicos civis da União. Lei 8.112 de 1990 e suas alterações.

 

Código de Ética Profissional no Serviço Público; Decreto 1.171 de 22 de junho de 1994;

 

Lei da Improbidade Administrativa. Lei nº 8.429/1992.

 

Estruturação do Plano de Carreira dos cargos Técnicos Administrativos em Educação no âmbito das Instituições Federais vinculadas ao ministério de Educação. Lei nº 11091/12 de janeiro de 2005 e 11.233/22 de dezembro de 2005.

 

Além desses conteúdos, cada inscrito deverá estudar a parte de conhecimentos específicos, que será diferente para cada cargo.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS