close
logorovivo2

Procura por intercâmbio cresce entre pessoas com mais de 30 anos

Saiba quais são as melhores opções de preços e destinos na hora de fechar o programa de estudo

ISTOE

26 de Abril de 2018 às 15:51

Procura por intercâmbio cresce entre pessoas com mais de 30 anos

Londres é um dos destinos mais procurados por estudantes de intercâmbio FOTO: (Divulgação)

Deixar o País para cursar um idioma se tornou uma prática comum também entre os adultos. É o que aponta uma pesquisa realizada pela Belta (Brazilian Educational & Language Travel Association), que revelou um aumento de quase 30% na procura de intercâmbios por pessoas com idades entre 30 e 60 anos entre os anos de 2015 e 2017. Esse público vem procurando diversos destinos pelo mundo seja para estudar inglês ou outras línguas. Foi o caso da aposentada Antônia Mendes, 56 anos, que em junho do ano passado viajou para Montreal, no Canadá, para estudar francês e fazer aulas intensivas de inglês. “Eu fui depois que me aposentei e foi uma experiência única. Acho que todos deveriam fazer esse tipo de imersão, independentemente da idade”, conta.

 

Durante cinco meses, Antônia ficou em casa de família e viajou para algumas cidades como Quebec e Toronto. O contato diário com a língua fez com que ela evoluísse do nível básico para o pré-avançado. Hoje, ela consegue assistir a filmes e ler livros em francês.

 

Na hora de decidir o destino, a cidade é a peça chave para fechar o pacote. De acordo com Luiza Vianna, gerente de produtos da CI Intercâmbio e Viagemcidades cosmopolitas são ideais para quem é mais velho. Além disso, optar por viajar fora das férias escolares é a melhor opção. Com isso, será mais fácil achar escolas com o público da mesma faixa etária e o processo de networking será ainda mais natural. “Há cursos direcionados para o público 30+ ou inglês para negócios. Na hora da compra, esses tipos de cursos são recomendados”, conta. De acordo com a agência CI, os destinos mais procurados para estudar inglês são  Nova York, São Francisco, Chicago, Londres e  algumas cidades do Canadá.

 

Mas se engana quem pensa que ficar em um país por apenas um mês trará um salto no idioma. De acordo com Luiza, para quem não fala absolutamente nada de uma determinada língua, o ideal é começar com cursos intensivos ainda no Brasil. “Não existe isso de sair falando em um curto espaço de tempo. As pessoas apostam todas as fichas no intercâmbio. Sempre é bom fazer cursos antes, caso tenha pouco tempo e esteja fazendo o programa de estudos nas férias”, reforça.

 

 

De acordo com a especialista, fazer cursos por vários anos em uma escola no Brasil pode sair o mesmo valor ou até mais caro do que um intercâmbio. A especialista técnica Eidh Viviane Oliveira colocou na ponta do lápis e viu que um curso de inglês aqui no Brasil, três vezes por semana, durante um ano, sairia aproximadamente R$ 2 mil a mais do que um curso de inglês de quatro semanas com ênfase em business em Londres. Ela optou por ir para o Reino Unido em outubro e mesmo gastando um pouco a mais viu que o retorno seria mais rápido. “Não podia largar meu trabalho e filhos, então, optei por um curso intensivo para aprimorar a língua e melhorar a conversação”, explica.

 

 

Cargo de chefe, mas sem inglês

 

Até alguns anos atrás, mesmo em nível de chefia, as pessoas mais velhas não eram cobradas para ter um segundo idioma e conseguiam chegar a cargos altos nas empresas. Hoje, essa realidade mudou. Mesmo quem tem mais de 15 anos numa companhia está sendo cobrado para falar uma segunda língua, na maioria das vezes o inglês.

 

Alguns profissionais aproveitam uma demissão, licença e até as férias para investir em um intercâmbio. Para Ana Paula Montanha, especialista em recrutamento de seleção, a falta de uma segunda língua é decisiva numa disputa de vaga ou recolocação. “Quem hoje almeja crescer na carreira precisa de inglês fluente. Você pode negociar com a empresa. Se isso não é possível, aproveite as férias”, reforça.

 

Ana Paula ressalta ainda que, mesmo com o inglês, o candidato não pode se acomodar. Buscar uma terceira língua é fundamental para promoções e o desenvolvimento no trabalho. “Executivos estão indo para Shangai aprender mandarim. Alguns investem em espanhol. Há opções em diversos lugares do mundo. É preciso estudar sempre”, diz. Muitas empresas oferecem cursos com preços populares ou até gratuitos para que a pessoa possa aprender um idioma.

 

Abaixo, listamos alguns pacotes de intercâmbio para estudar inglês ou cursos de especialização *Os valores podem mudar. Consulte as agência de intercâmbio

Vancouver (Canadá)

Instituição: La Salle College

 

Tipo de Programa: Bacharelado

Curso: Design Gráfico

Duração: 3 anos (11 termos)

 

Valor: A partir de CAD 7.445,45 por termo – já a duração completa do curso,  11 termos, sai por a partir de CAD 81.900,00

Quem leva: Experimento Intercâmbio Cultural

==

 

Vancouver (Canadá)
Saída:
 09/07

Retorno: 22/12

Duração: 24 semanas

 

Inclui: 24 semanas de Curso de idiomas na Global Village Vancouver, com 20 aulas por semana + 24 semanas de acomodação em casa de família, em quarto individual, com café da manhã e jantar
Preço: A partir de R$ 31.840,56 , por pessoa ou 10x sem juros de R$ 3.184,06

Quem leva: CVC

==

Toronto (Canadá)
Saída:
 09/07

Duração: 5 semanas

Inclui: 5 semanas de Curso de idiomas na LSI Toronto, com 20 aulas por semana + 5 semanas de acomodação em casa de família, em quarto individual, com café da manhã
Preço: A partir de R$8.055,52, por pessoa ou 10x sem juros de R$ 805,55

Quem leva: CVC

==

San Diego (Estados Unidos)

Instituição: University of California – San Diego

Tipo de Programa: Extensão Universitária

Curso: Marketing Digital

Duração: 3 meses

Valor: A partir de USD 7.000,00

Quem leva: Experimento Intercâmbio

San Diego (Estados Unidos)
Saída:
 30/07

Duração: 4 semanas

Inclui: 4 semanas de Curso de idiomas na CEL San Diego Downtown com 20 aulas por semana + 4 semanas de acomodação em casa de família, em quarto individual, com café da manhã
Preço: A partir de R$8.453,37, por pessoa ou 10x sem juros de R$ 845,33

Quem leva: CVC

==

 Boston (Estados Unidos)

Inclui: curso de inglês geral 20 aulas/semana, 4 semanas em acomodação em casa de família quarto individual com café da manhã e tx de matricula. * não inclui

Preço e duração: 4 semanas USD 1950 24 semanas USD 6110

Quem leva: CI Intercâmbio

==

Auckland (Nova Zelândia)
Saída:
 30/07

Retorno: 22/12

Duração: 24 semanas

Inclui:  20 aulas por semana na escola LSI Auckland+ 24 semanas de acomodação em casa de família, em quarto individual, com café da manhã
Preço: A partir de R$40.134,39 , por pessoa ou 10x sem juros de R$ 4.134,39

Quem leva: CVC

Auckland (Nova Zelândia)

Inclui: curso de inglês geral 20 aulas/semana , 4 semanas de acomodação em casa de família quarto individual com café da manhã , material e tx de matricula. *

Preço e duração: 4 semanas NZD 2412/ 24 semanas NZD 7780

Quem leva: CI Intercâmbio

==

Londres (Inglaterra)
Saída:
 30/07

Duração: 24 semanas

Inclui: 20 semanas de Curso de idiomas no BSC Londres Central , com 20 aulas por semana + 20 semanas de acomodação em casa de família, em quarto individual, sem refeições
Preço: A partir de R$ 31.636,38, por pessoa ou 10x sem juros de R$ 3.163,63

Quem leva: CVC

Inglaterra(Londres)

Inclui: curso de inglês geral 20 aulas/semana a tarde, 4 semanas de acomodação em casa de família quarto duplo com café da manhã e tx de matricula. * não inclui tx de aconselhamento ci.

Duração e preço:4 semanas GBP 1124/ 24 semanas GBP 3210

Quem leva: CI Intercâmbio
==

Quem leva: CVC

Dublin (Irlanda)

Inclui: curso de inglês geral 20 aulas/semana a tarde, 4 semanas de acomodação em casa de família quarto duplo com meia pensão, material e tx de matricula. * não inclui tx de aconselhamento ci.

Duração e preço: 4 semanas EUR 1660/24 semanas EUR 4680

Quem leva: CI Intercâmbio

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS