close

20 FACADAS: Padrasto diz ter matado menino porque ele não parava de chorar

Assassino ainda tentou matar a namorada por uma suposta traição

METRÓPOLES

15 de Outubro de 2019 às 11:44

20 FACADAS: Padrasto diz ter matado menino porque ele não parava de chorar

FOTO: (Divulgação)

Preso por matar o enteado, de apenas 4 anos, e tentar assassinar a namorada a facadas, Edilton Araújo Andrade Júnior, de 24, confessou os crimes à Polícia Civil. O caso ocorreu nesse sábado (12/10/2019) em Santo Antônio de Jesus (BA), a 190 quilômetros de Salvador, capital do estado.

 

VEJA MAIS

 

 

O homem contou aos investigadores, de acordo com o jornal O Dia, que atacou Manoela Silva Costa Martins por uma suposta traição. Na ocasião, a mulher saiu correndo pelo corredor da casa e pulou a janela. Foi quando o menino, Miguel Martins Pita Costa, viu a cena e começou a chorar.

 

À Polícia Civil, Edilton Araújo disse ter matado o menino porque ele não parava de chorar. A criança foi assassinada com 20 facadas, segundo laudo pericial. Miguel chegou a ir ao hospital, mas não resistiu. Em seguida, o homem se esfaqueou na barriga e pulou a janela do primeiro andar de sua casa.

 

A polícia foi chamada e prendeu o rapaz. Manoela foi levada para o Hospital do Subúrbio, em Salvador, com oito perfurações.

 

Manoela disse que namorava o suspeito há um ano e meio. Ela disse que até então ele não havia sido agressivo. A vítima disse que foi à casa do suspeito para passar o feriado de Dia das Crianças.

 

Edilton vai esperar o julgamento preso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS