close

CARROSSEL: Acusado de comandar máfia em Porto Velho foi presidente do Sindcol no Acre

Marcelo Cavalcanti gerenciava a empresa Viação Floresta, que explora o transporte coletivo em Rio Branco

CONTILNET

7 de Setembro de 2019 às 09:24

CARROSSEL: Acusado de comandar máfia em Porto Velho foi presidente do Sindcol no Acre

FOTO: (Divulgação)

A Polícia Federal prendeu na última quarta-feira (4), acusado de comandar um esquema fraudulento no transporte escolar em Porto Velho, o empresário Marcelo Alves Cavalcante, que possui estreita relação com o Acre. Há bem pouco tempo, Marcelo gerenciava a empresa Viação Floresta, que explora o transporte coletivo em Rio Branco, e presidiu por vários anos o Sindicato das Empresas do Transporte Coletivo (Sindicol).

 

Marcelo e os empresários Roniele Cabral Medeiros e Adna Menezes, foram presos por ordem da justiça federal, acusados de fraude em licitação e formação de quadrilha por fraudaram o processo licitatório n° 09.000157/2018, do Transporte Escolar na capital rondoniense. Lá, ele representava a empresa Freitas Transporte, que segundo a investigação da PF, foi registrada em nome de Gleiciane de Freitas Benício, que mora em Rio Branco.

 

No mesmo dia em que deflagrou a Operação batizada de Carrossel, a PF também cumpriu mandados de busca em Rio Branco, onde funcionava o escritório da Freitas Transporte. Marcelo está preso no presídio Enio Pinheiro, em Porto Velho, cumprido prisão temporária. A Viação Floresta, que ele administrou no Acre mantém as atividades calçada em uma recuperação judicial e constantemente atraso o pagamento dos salários de seus colaboradores.

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS