close
logorovivo2

MEDO: “Vão me matar e dizer que me suicidei”, desabafa Najila Trindade

Modelo revelou estar sendo perseguida pelas redes sociais. Segundo ela, seu apartamento foi invadido na quarta-feira (05/06/2019)

METRÓPOLES

6 de Junho de 2019 às 16:18

MEDO: “Vão me matar e dizer que me suicidei”, desabafa Najila Trindade

FOTO: (Divulgação)

Najila Trindade, 26 anos, que acusa o jogador Neymar Jr. de agressão e estupro, afirma ser vítima de perseguição na internet. Em entrevista ao site BuzzFeed News, a modelo, que alega ter tido o próprio apartamento arrombado na noite de quarta-feira (05/06/2019), desabafou: “Não tenho mais vida”.

 

De acordo com a publicação, Najila enviou mensagens de texto à reportagem, contando sobre a residência invadida. “Acabei de ligar para a síndica e ninguém sabe, ninguém viu. Está todo mundo de complô contra mim porque eu sou tão mentirosa, tão caluniosa…”, ironizou. “Mas, se não tivesse alguma coisa [em sua denúncia], eles não estariam com essa preocupação toda”.

 

“Não estariam me perseguindo, roubando meu apartamento, me ameaçando. Se eu fosse tão mentirosa, a verdade viria à tona. Mas por que estão me perseguindo tanto? Porque alguma coisa tem”, refletiu Najila. Seu atual advogado, Danilo Garcia de Andrade, confirmou que sua cliente sofre com palavras maldosas pela internet. Teria, também, instalado Najila num hotel ainda na quarta.

 

Para a jovem, sua vida “virou um inferno”. “Estou com muitos problemas emocionais, pressões. Minha vida está do avesso. Não como, não durmo e todo mundo me exige entrevistas”, disse. “Pelo amor de Deus, não sou de ferro! Todo mundo sendo comprado. Ele [Neymar] pode ter dinheiro. Pode comprar o mundo! Mas estou falando a verdade”, declarou também.

 

Najila reafirmou ter sido estuprada e agredida pelo jogador do Paris Saint-Germain. “É mais fácil me incriminar como puta e fim, arquivar o caso. Esse mundo é uma merda. E sabe o que vai acontecer? Vão me matar e dizer que eu me suicidei, que estava mentindo e vida que segue. Mulheres continuarão a ser estupradas, violadas, violentadas e tratadas como lixo!”, escreveu. A modelo deixou claro, ainda, que não tem conseguido cuidar do filho após a repercussão do caso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS