close
logorovivo2

VIOLÊNCIA: Casal é executado dentro de casa na frente das quatro filhas

Um homem armado invadiu a casa e matou a mãe e o padrasto a tiros, na frente das quatro crianças

O LIVRE

20 de Março de 2019 às 10:15

VIOLÊNCIA: Casal é executado dentro de casa na frente das quatro filhas

FOTO: (Divulgação)

Um casal de 22 e 26 anos foi assassinado a tiros na madrugada desta quarta-feira (20), dentro de sua própria casa, no Bairro São Matheus, em Sorriso (400 km de Cuiabá - MT). As filhas da mulher, de oito, três anos e duas gêmeas de nove meses, estavam no quarto onde o crime aconteceu e assistiram a tudo.

 

A Polícia Militar foi acionada por volta das 02 horas por vizinhos que ouviram os disparos no Beco São Barnabé, onde a família morava. Uma equipe foi até o local e encontrou o casal ferido dentro de casa.

 

O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar os primeiros-socorros, porém, as duas vítimas já estavam sem vida. O local foi isolado e a Polícia Judiciária Civil e a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) foram acionadas.

 

Conforme o boletim de ocorrências registrado pela Polícia Civil, ao menos um suspeito (não há informações se outra pessoa participou do crime) abriu o trinco do portão, que não tinha cadeado, derrubou a porta de madeira e entrou na casa.

 

A filha mais velha da mulher, de oito anos, relatou aos policiais que o suspeito era um homem de pele clara, que entrou e gritou que era para o padrasto dela levantar a mão e em seguida atirou três vezes, acertando o pescoço do jovem de 22 anos e o peito, tanto do lado esquerdo, quanto do lado direito. A mãe das crianças, de 26 anos, foi morta em seguida com um tiro na cabeça.

 

As quatro crianças, segundo a irmã mais velha, estavam todas no quarto com a mãe e o padrasto e assistiram ao assassinato. As duas gêmeas ainda eram amamentadas pela mãe.

 

Os policiais mostraram várias fotos de possíveis suspeitos para a menina mais velha e ela reconheceu um deles como o homem que entrou no quarto e matou sua mãe e seu padrasto.

 

O pai de uma das vítimas, o jovem de 22 anos, relatou à Polícia Civil que há poucos dias seu filho brigou no serviço com outro homem. A PJC investigará se isso pode ter relação com o crime.

 

O caso foi registrado como homicídio doloso. Até o momento, ninguém foi preso.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS