close
logorovivo2

PEDOFILIA: Professor de escolinha de futebol é preso por estuprar alunos e gravar nudes

Ele se aproveitaria de viagens, em que levava as crianças e adolescentes para testes de futebol, para cometer os abusos

LIVRE

18 de Dezembro de 2018 às 08:40

O treinador Clemente Borges Aranha, que dá aulas de futebol em uma escolinha na região do CPA, foi preso no final da tarde da última segunda-feira(17), no Bairro Três Lagoas, em Cuiabá, acusado de estuprar alunos, crianças e adolescentes, todos do sexo masculino. Com ele ainda foram encontradas várias fotos de crianças e adolescentes nus.

 

As investigações, comandadas pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica), tiveram início a partir da denúncia de uma mãe, que procurou a Polícia Civil relatando que seu filho havia sido vítima de abuso sexual, supostamente praticado pelo professor da escolinha que atende os bairros Dr. Fábio, Três Barras e Novo Horizonte, todos de Cuiabá. A escolinha do suspeito, conhecido como professor Willian, atende crianças e adolescentes entre 8 e 16 anos, do sexo masculino.

 

À época da primeira denúncia, foi instaurado um inquérito policial e pedida a prisão do suspeito, mas a Justiça negou o pedido. A Polícia Civil, então, continuou as investigações e chegou a duas novas vítimas, de 14 anos, cujas mães também denunciaram que seus filhos tinham sido abusados pelo professor.

 

Essas vítimas passaram por exame de corpo de delito e por atendimento da equipe psicossocial da PJC e, com isso, ficou confirmado que ambos haviam sofrido estupros em viagens com o professor. Um deles, um menino que à época do abuso tinha 13 anos, tinha viajado para o Rio de Janeiro e para Goiás, onde participou de testes de seleção com o professor Willian. Durante a viagem ele teria sido abusado sexualmente pelo professor.

 

Os abusos contra o adolescentes chegaram a acontecer outras vezes, segundo a polícia. O outro garoto que foi vítima, de 14 anos, era amigo deste e foi abusado durante uma viagem a Curitiba (PR). Nesse caso, o suspeito chegou a fazer o menino tomar um medicamento e usar um gel na virilha, afirmando que era para que o menino “melhorasse seu rendimento físico”. Segundo a Polícia Civil, os abusos eram, quase sempre, cometidos durante viagens com alunos para testes de futebol, em hotéis em que as crianças e adolescentes ficavam hospedados.

 

Nessa segunda-feira (17), com a prisão do professor decretada pela 14ª Vara Criminal de Cuiabá, o celular dele foi apreendido e, no aparelho, foram encontradas dezenas de fotos e vídeos de meninos se masturbando, mostrando seus órgãos genitais e o abdômen, em fotos apenas de cueca. As imagens levaram o professor a ser preso, também, em flagrante por adquirir, possuir, ou armazenas imagens de pornografia envolvendo crianças ou adolescentes.

 

Há a suspeita de que dezenas de alunos tenham sofrido abusos sexuais por parte do professor e, por isso, a Polícia Civil divulgou fotos e o nome do suspeito, pedindo que mães dessas possíveis vítimas procurem a Deddica para realizar a denúncia, registrando um boletim de ocorrência. A delegacia está localizada na Avenida Dante Martins de Oliveira, s/n, (anexo ao Complexo Pomeri), no Bairro Planalto, em Cuiabá.

 

 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS