close
logorovivo2

LOUCURA:Professor é preso por estuprar aluno de 9 anos em escola

O homem, de 28 anos, afirmou que estava ''triste'' com término de um relacionamento e havia usado entorpecentes no dia que cometeu o crime

ESTADO DE MINAS

6 de Dezembro de 2018 às 08:49

LOUCURA:Professor é preso por estuprar aluno de 9 anos em escola

FOTO: (Divulgação)

Na noite dessa quarta-feira (5) um professor de artes, de 28 anos, foi preso por agentes da Polícia Militar depois de ter estuprado um menino de 9, para quem dava aulas na escola Vila da Fazendinha, no Bairro São Lucas, Região Centro Sul.

 

SAIBA MAIS

De acordo com o boletim de ocorrência, o professor afirmou ter usado entorpecentes, sem especificar a substância, e ter ido à escola. Ele alega ter cometido o crime,  que ocorreu na última sexta-feira (30), por estar triste com o término do último relacionamento dele. 

 

Aos militares, o professor confirmou as acusações e disse que, após o fim da aula, segurou a criança pela mão, perguntou para o aluno “se ele era homossexual”, trancou a porta da sala e cometeu o abuso.

 

Logo após o crime, a Polícia Militar foi informada sobre a situação e contactou familiares do profesor. Uma guarnição foi designada na última sexta-feira para tentar encontrá-lo. Com receio de ser preso, ele dormiu na rua por alguns dias.

 

Continua depois da publicidade

Ainda segundo o boletim de ocorrência, poucos dias depois, o professor foi até a casa do ex-namorado, disse que estava sendo procurado por “ter perguntado se um aluno era homossexual” e pediu abrigo para ele, onde ficou até essa quarta-feira. 

 

Por volta das 15h de ontem, agentes da PM tiveram a informação de que o suspeito estaria à noite na região Central de Belo Horizonte. Militares montaram uma operação e o prenderam na Praça da Estação. 

 

Ele estava acompanhado do ex-namorado, que não sabia das acusações. O professor foi detido e encaminhado para a Delegacia Especializada de Crimes contra a Mulher, Idoso e Criança. 

 

Até o momento, a Secretaria de Educação de Belo Horizonte – que representa as escolas municipais da cidade – não respondeu às ligações da reportagem. Assim que houver um posicionamento, o texto será atualizado.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS