close
logorovivo2

PGR: Dodge denuncia Lúcio Vieira, Geddel e mais seis por peculato

Investigação identificou que funcionários pagos com dinheiro público trabalhavam para atender demandas pessoais de Lúcio e dos demais envolvidos

CORREIO BRASILIENSE

5 de Dezembro de 2018 às 16:11

PGR: Dodge denuncia Lúcio Vieira, Geddel e mais seis por peculato

FOTO: (Divulgação)

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, denunciou, nesta quarta-feira (05/12), o deputado federal Lúcio Vieira Lima, o ex- ministro Geddel Vieira Lima, a mãe deles, Marluce Vieira Lima e outras cinco pessoas pelo crime de peculato. Todos eles são acusados de se apropriar de remunerações de secretários parlamentares. 

 

De acordo com a PGR, a prática criminosa foi "apurada em inquérito instaurado em decorrência de outra investigação: a referente aos R$ 51 milhões encontrados em setembro do ano passado em um apartamento da família, em Salvador". No ano passado, Geddel e Lúcio foram denunciados por lavagem de dinheiro e associação criminosa em decorrência do montante encontrado no imóvel na capital baiana. 

 

Na peça de acusação, Dodge, afirma que assessores contratados pela Câmara atuavam de forma pessoal para os denunciados. "As investigações revelaram a existência de 'funcionários fantasmas' no gabinete de Lúcio Vieira Lima bem como a relação criminosa estabelecida a partir de indicações para cargos em comissão pelo parlamentar. De acordo com as provas coletadas, ficou claro que os assessores atuavam para suprir interesses domésticos, pessoais e de negócios da família Vieira Lima. Entre as atividades desenvolvidas pelos assessores a denúncia cita serviços de contabilidade, motorista e até de cuidador", destacou a PGR.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS