close
logorovivo2

ACUSAÇÃO: Jovem brasileiro que matou família na Espanha será julgado em outubro

François Nogueira é acusado de matar seus tios e primos em 2016

AGENCIA BRASIL

23 de Maio de 2018 às 14:30

ACUSAÇÃO: Jovem brasileiro que matou família na Espanha será julgado em outubro

FOTO: (Divulgação)

O julgamento de François Patrick Nogueira, acusado de matar seus tios e dois primos em agosto de 2016 em uma cidade próxima a Madri, capital da Espanha, foi marcado para outubro deste ano. A confirmação da data do julgamento foi feita hoje (23) pela Justiça espanhola.

 

 A acusação quer que Patrick Nogueira seja julgado por quatro assassinatos. Já a defesa pede que o caso seja julgado como dois assassinatos, relativos às crianças e dois homícidios - as mortes dos tios -, alegando como atenuante o fato de o jovem sofrer transtornos mentais.

 

O Código Penal da Espanha diferencia os dois crimes. Assassinato é considerado um delito mais grave e prevê penas maiores de prisão.

 

O documento divulgado hoje pela Promotoria conta o que teria ocorrido no dia do crime. Segundo o texto, Patrick foi ao chalé dos tios na cidade de Pioz com o "próposito de acabar com a vida dos tios e dos primos" por estar portando facas de grande dimensão.

 

De acordo com o relato, a tia do acusado abriu a porta do chalé e permitiu que Patrick entrasse. Quando ambos estavam na cozinha, o jovem a atacou enquanto ela lavava as louças.

 

Na sequência, Patrick matou a prima, de 4 anos, e o primo, de 1 ano. Ele ainda esquartejou o corpo da tia para guardá-lo em um saco plástico, com a intenção de escondê-lo, limpando a cena do crime.

 

Quando o tio chegou em casa, Patrick o surpreendeu, o esfaqueou várias vezes. O jovem também esquartejou o corpo do tio.

 

Além disso, Patrick trocou mensagens em um aplicativo de celular com um amigo no Brasil, relatando o crime e pedindo conselhos.

 

Apenas no dia 17 de setembro, devido ao mal cheiro que saia da casa, as autoridades foram chamadas e encontraram os corpos.

 

O acusado chegou a vir ao Brasil, mas foi preso em 19 de outubro após voltar da Espanha. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS