close
logorovivo2

ENGENHARIA: As duas áreas que estarão em alta em 2018

Salário pode chegar a 20 mil reais

DA REDAÇÃO

21 de Dezembro de 2017 às 14:44

ENGENHARIA: As duas áreas que estarão em alta em 2018

FOTO: (Divulgação)

Engenheiros com foco no agronegócio e profissionais da área de segurança do trabalho estão com boas perspectivas de trabalho em 2018, segundo consultorias de recrutamento consultadas.

De acordo com a equipe da Catho, engenheiros chegam a ganhar mais de 13 mil reais no setor de agronegócio, um dos segmentos mais promissores dos pais, de maneira geral.

A profissionalização do setor e o ritmo de crescimento do mercado de orgânicos são fatores que explicam a maior demanda pelos engenheiros na cadeia do agronegócio, que abrange os setores de agronomia, agropecuária, aquicultura, agrimensura, ambiental, florestal e de pesca.

Na indústria, engenheiros de segurança do trabalho devem encontrar melhores perspectivas de emprego em 2018.

De acordo com a expectativa da consultoria de recrutamento Michael Page, o cargo de gerente de saúde, segurança e meio ambiente deve ser o mais demandado. Para essa posição, salários devem variar entre 15 mil e 20 mil reais.

Confira mais detalhes das funções mais promissoras para engenheiros no próximo ano:

Engenheiro com foco em agronegócio

O que faz: pode atuar em toda cadeia produtiva rural, desde gestão e análise de operações para o preparo e cultivo do solo, controle de pragas, estudo de melhores procedimentos de adubação e irrigação até planejamento de alimentação/ reprodução de animais e também manejo dos produtos depois do abate. Também podem desenvolver ações focadas em aproveitamento sustentável do meio ambiente.

Perfil: formações focadas em agronegócio, gestão ambiental, zootecnia, agronomia, engenharia de alimentos e até mesmo cursos ligados à cadeia produtiva rural, segundo a equipe da Catho.

Por que está em alta: necessidade de modernização do agronegócio para ajudar a aumentar a produção de alimentos e garantir a preservação de recursos naturais dá destaque para a carreira. A expansão do mercado de orgânicos também puxa a demanda por esse profissional, segundo a Catho.

Gerente de saúde, segurança e meio ambiente

O que faz: gerencia todo sistema de saúde, segurança e meio ambiente da companhia, e por vezes também sustentabilidade.

Perfil: formação em engenharia de segurança do trabalho, capaz de assegurar o cumprimento de regulamentos, implementar e defender políticas ambientais e garantir a segurança de seus colaboradores. Visão estratégica é um requisito.

Por que está em alta: preocupação maior com segurança e com sustentabilidade dá destaque para profissionais da área, segundo a equipe da consultoria Michael Page. 

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS