close
logorovivo2

ESQUEMA:Jornalista afirma que Globo negociou propina para muito além da copa de 2022

Hoje, quinta-feira,16, foi o terceiro dia de julgamento

DA REDAÇÃO

16 de Novembro de 2017 às 16:31

ESQUEMA:Jornalista afirma que Globo negociou propina para muito além da copa de 2022

FOTO: (Divulgação)

O jornalista que vem acompanhando o julgamento do "FIFAGate" e transmitindo ao vivo pelo Twitter, Ken Bensinger, do BuzzFeedNews, afirmou que o esquema de propina da Globo com os cartolas para a transmissão dos campeonatos da Libertadores e Sul-Americana estavam sendo negociados "para muito além de 2022".

Hoje, quinta-feira,16, foi o terceiro dia de julgamento. Bensinger escreveu: "Em um comunicado na terça-feira, a Globo disse que não 'faz ou tolera pagamentos de propinas'. Mas hoje, Burzaco disse que a TV Globo pagou parte dos US$ 15 milhões de suborno para os direitos 2026 e 2030 da Copa do Mundo".
A informação foi dada por Alejandro Burzaco, empresário argentino da Torneos y Competencias (ex TyC) e, após se entregar, uma das maiores testemunhas de acusação dos investigadores.
Burzaco arrolou a Globo, até então mencionada apenas indiretamente, e também a Televisa, a Media Pro, a Fill Play, a Traffic e a Fox Sports. E, ainda, narrou encontros do então diretor da Globo Esporte, Marcelo Campos Pinto, com cartolas do esquema (Julio Humberto Grondona, José Maria Marin, Marco Polo Del Nero) para negociar as propinas.
O portal GGN noticiou que a TV Globo, Televisa e Torneos [y Competencias] concordaram em pagar US$ 15 milhões ao vice-presidente da FIFA na época, Grondona, pelos direitos de transmissão das Copas do Mundo 20126 a 2030 no Brasil e na América Latina. 

Mas, em outro dos pontos altos das acusações dos depoentes, Ken Bensinger trouxe outro contra a rede Globo: o esquema de corrupção da FIFA e emissores de televisão da América não tinha data para acabar.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS