close
logorovivo2

Nordeste enfrenta a maior sequência de anos com seca extrema já registrada

Estudo mostra que pelo menos 12% da área de superfície terrestre do planeta enfrentou seca em 2016

DA REDAÇÃO

11 de Agosto de 2017 às 10:02

Nordeste enfrenta a maior sequência de anos com seca extrema já registrada

FOTO: (Divulgação)

 A Sociedade Meteorologica Americana (AMS) e a Agência os Oceanos e Atmosfera dos Estados Unidos (Noaa) publicaram nesta quinta-feira (10) a sua edição mais atualizada do estudo The State of the Climate 2016, uma análise de como o clima se comportou no planeta no ano passado. O estudo confirma os dados preliminares divulgados no começo do ano, mostrando que 2016 foi o ano mais quente já registrado - e que a concentração de carbono na atmosfera é a maior nos últimos 800 mil anos.

O estudo também analisa eventos extremos, e um deles chama a atenção: a seca no Nordeste. "Em 2016, a seca no Nordeste do Brasil foi observada pela pelo quinto ano consecutivo, fazendo dela a mais longa já registrada na região", diz o estudo.

Os mapas abaixo mostram a situação de seca no semi-árido nordestino. Eles representam os dias sem chuva na região. Quando mais vermelho, maior o tempo de seca em cada ano. A imagem deixa claro que a seca que começou em 2011 continuou, chegando ao seu quinto ano em 2016 - e não há indícios de que tenha melhorado em 2017.

As causas da seca ainda não são completamente compreendidas. O fenômeno El Niño de 2015 pode ter influenciado, mas não explica, já que a seca começou antes. "Pesquisas recentes tentam identificar se a seca poderia ser parte de uma oscilação natural ou atribuída às mudanças climáticas causadas pelo homem", diz o estudo.

Além do Nordeste, a Amazônia também sofreu com falta de chuvas em 2016. E o problema não é só brasileiro. Segundo o relatório, pelo menos 12% da área de superfície terrestre do planeta enfrentou condições adversas de chuva e umidade. O mapa abaixo mostra isso. Também foram registradas secas severas no sul da África, no Oriente Médio e na Austrália.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS