close
logorovivo2

Polícia investiga morte de radialista durante programa ao vivo

Polícia investiga morte de radialista durante programa ao vivo

DA REDAÇÃO

7 de Agosto de 2015 às 14:30

Polícia investiga morte de radialista durante programa ao vivo

FOTO: (Divulgação)

Dupla anunciou assalto para executar homem em seguida

A polícia investiga o assassinato de um radialista durante a apresentação de um programa ao vivo na tarde desta quinta-feira, em

Camocin, a 347 km de Fortaleza, no Ceará. Gleydson Carvalho foi surpreendido por dois homens armados quando falava no programa Revista Regional, na Rádio Liberdade FM.

Segundo testemunhas, os homens renderam a recepcionista da Rádio por volta das 12h40 e anunciaram um assalto. Em seguida, um deles se dirigiu ao estúdio onde Gleydson estava, deu ordens ao operador de áudio para que ficasse embaixo da mesa e disparou três vezes contra o radialista.

Gleydson foi atingido com um tiro na cabeça e outros dois no peito.

A dupla fugiu em uma moto Broz branca, segundo a polícia. Gleydson chegou a ser encaminhado para um hospital, mas não resistiu.

O delegado responsável pelo caso, Herbet Ponte, não descarta a possibilidade de execução, já que o radialista costumava fazer denúncias em seu programa.

Um amigo de Gleydson, também radialista, contou ao "Diário do Nordeste" que ele chegou a receber ameaças ao vivo.

"Ele me falava das constantes ameaças de morte, mas dizia não ter medo. As maiores ameaças seriam por perseguições políticas", disse Autran Santos à publicação, completando que Gleydson dizia ter inimigos por causa de suas denúncias.

A Associação Cearense de Emissoprar de Rádio e Televisão (Acert) lamentou o ocorrido e vai encaminhar o caso para a Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje).

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS