close
logorovivo2

Corpos das vítimas de queda de bimotor no PA devem chegar hoje ao IML

Corpos das vítima de queda de bimotor no PA devem chegar hoje ao IML

DA REDAÇÃO

24 de Abril de 2014 às 09:57

Corpos das vítimas de queda de bimotor no PA devem chegar hoje ao IML

FOTO: (Divulgação)

Os corpos das cinco vítimas da queda do bimotor que caiu na região de Jacareacanga, no Pará, devem chegar nesta quinta-feira (24), no IML (Instituto Médico Legal). Após 36 dias desaparecido, a aeronave foi encontrada em região de mata fechada, próximo ao município de Jacareacanga, no final da tarde de terça-feira (22).  

Técnicos da FAB (Força Aérea Brasileira) estiveram no local. Uma perícia será feita no avião para saber se houve falha mecânica ou humana no acidente. 

Um garimpeiro localizou o bimotor que desapareceu no dia 18 de março com cinco pessoas a bordo. A aeronave, que partiu da cidade de Itaituba com destino ao município de Jacareacanga, sudoeste do Pará, caiu dez minutos antes do pouso. Ninguém sobreviveu à queda.  

Os corpos foram encaminhados para o IML da cidade Itaituba. A FAB está responsável pela perícia da aeronave. O Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos vai investigar as causas do acidente.   

 

Desaparecimento

O bimotor desapareceu no dia 18 de março, após o último contato do piloto e a acusação dos radares, aproximadamente 29 km à nordeste de Jacareacanga. A aeronave levava as técnicas de enfermagem Rayline Sabrina Brito Campos, Luciney Aguiar de Sousa e Raimunda Lúcia da Silva Costa, o motorista Ari Lima, funcionários Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), ligada ao Ministério da Saúde e o piloto Luiz Feltrin de Itaituaba para Jacareacanga. Eles iriam substituir outro grupo que prestava serviço em uma aldeia Munduruku, na região.

Em dois dias de buscas, a FAB já havia sobrevoado toda a aérea estimada em que o avião poderia ter caído, o trajeto foi estendido, mas nenhuma pista foi encontrada. Além das buscas aéreas, voluntários, moradores de Jacareacanga, funcionários do Distrito Sanitário Indígena e indígena da tribo Munduruku compuseram a equipe. As buscas foram prejudicadas também pelas condições climáticas desfavoráveis de chuva e forte nevoeiro.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS