close
logorovivo2

Sargento da PM em alta velocidade atropela e mata motociclista

Sargento da PM em alta velocidade atropela e mata motociclista

DA REDAÇÃO

11 de Dezembro de 2013 às 10:28

Sargento da PM em alta velocidade atropela e mata motociclista

FOTO: (Divulgação)

Na noite de terça-feira (10), uma colisão envolvendo uma caminhonete e uma motocicleta deixou um morto. O acidente aconteceu na rua Isaura Parente, próximo à quadra de grama sintética do governo.

Segundo informações, o piloto da moto, Alexandre Pinheiro da Silva, de 20 anos, reduziu a velocidade ligando a seta para entrar na quadra, no momento em que passava o condutor da caminhonete, o sargento Mesaque Souza de Castro, 37 anos, em alta velocidade.

O carro bateu na moto, lançando o piloto cerca de 20 metros e o jogando embaixo de outro veículo que passava no local.

Vendo o ocorrido, o sargento acelerou e fugiu do local sem prestar socorro à vítima, com a motocicleta agarrada embaixo do carro.

Logo, policiais foram acionados e saíram em sua perseguição. O carro percorreu cerca de 9 kms arrastando a moto, e só conseguiram pará-lo nas proximidades da Vila Custódio Freire porque um policial atirou contra o pneu dianteiro da caminhonete.

Até este momento, os policiais militares não sabiam quem era o condutor; quando eles viram que se tratava de um de seus superiores, o conduziram para a delegacia a fim de fazer um documento e o liberarem.

Na chegada à delegacia, foi confirmado para o delegado que a vítima, Alexandre Pinheiro, não tinha resistido aos ferimentos e havia falecido. Neste momento, o delegado plantonista deu voz de prisão para o sargento Mesaque.

Em visível estado de embriaguez, o acusado desacatou o delegado, falando palavras de baixo escalão, tendo sido por isso enquadrado nos crimes de desacato a autoridade e homicídio doloso qualificado.

Com a chegada da superior do sargento à delegacia, um coronel da PM, o mesmo foi conduzido por uma viatura do Bope para uma cela no quartel.

A família da vítima está inconsolável, pois afirma que em pouco tempo o sargento será solto e voltara às ruas com a mesma farda e patente de sargento.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS