close
logorovivo2

POVOS INDÍGENAS – Missionários Norte-Americanos amparam índios após Funasa abandonar posto em Lábrea (AM) – Fotos e vídeo

Os missionários Norte-Americanos Frederick Boloey e Paula Boloey estão trabalhando há mais de 25 anos no estado de Rondônia e demais regiões do Norte do Brasil.

DA REDAÇÃO

26 de Julho de 2011 às 16:18

POVOS INDÍGENAS – Missionários Norte-Americanos amparam índios após Funasa abandonar posto em Lábrea (AM) – Fotos e vídeo

FOTO: (Divulgação)

Os missionários Norte-Americanos Frederick Boloey e Paula Boloey estão trabalhando há mais de 25 anos no estado de Rondônia e demais regiões do Norte do Brasil. A tribo designada a realizar os últimos trabalhos missionários é  mais conhecida como; Deni, Localizada a Oeste de Lábrea, estado do Amazonas, as margens do rio Cunhuá, afluente do rio Purus. A área por ser muito remota, as equipes de trabalho de saúde e missionárias só chegam de avião, pois é muito difícil chegar até a tribo pela navegação fluvial.
Com uma população média de 1.000 indígenas espalhados pelo percurso do rio Cunhuá, os índios vêm sofrendo com as constantes epidemias de tuberculose, pneumonia e malária, pois há mais de 30 dias o único posto da FUNASA (Fundação Nacional de Saúde) que ainda estava próximo da tribo abandonou levando todos os remédios que restavam nas prateleiras da respectiva unidade.
De acordo com a missionária Paula Boloey, as crianças indígenas são as principais vítimas das doenças tropicais. Tanto é que uma criança morreu neste período de 30 dias de retirada dos funcionários da FUNASA da área indígena. Os missionários estão com cinco indígenas da tribo Deni, dentre eles o cacique, dois índios, uma índia e sua filha há mais de 20 dias em suas dependências.
Segundo os missionários, os indígenas da tribo Deni do Amazonas estão querendo ir embora de suas terras, após a retirada da FUNASA, pois os vírus das doenças tropicais estão se espalhando rapidamente pelas comunidades indígenas e ribeirinhas. Com isto, Paula Boloey e Frederick Boloey estão arcando com as despesas dos indígenas através de recursos próprios. Pagando até passagens de avião para poder salvar vidas indígenas. Os missionários relataram a reportagem do Rondoniaovivo.com na tarde da última segunda-feira (25) que os próprios funcionários da FUNASA foram os que informaram os dados telefônicos dos missionários aos indígenas para que estes fossem socorridos.
Diante das circunstâncias, os Norte-Americanos solicitam ajuda do Governo do Estado de Rondônia, do Amazonas e principalmente do Governo Federal para que eles investiguem e solucionem o problema da saúde indígenas nesta área inóspita da região norte do Brasil.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS