close
logorovivo2

Diretor do Ibama projeta 'desmate zero' no Amazonas em cinco anos

Relatório mostra queda do desmatamento em florestas virgens. Focos de incêndio também diminuiram no estado

DA REDAÇÃO

17 de Dezembro de 2008 às 11:35

Diretor do Ibama projeta 'desmate zero' no Amazonas em cinco anos

FOTO: (Divulgação)

Relatório anual das operações de combate ao desmatamento no Amazonas mostra uma queda de mais de 50% nos índices de desmate de áreas primárias (nunca desmatadas) em relação ao ano passado. E mais: segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) o índice é o mais baixo dos último cinco anos. "Com essa diminuição acelerada no desmatamento, pode-se fazer uma projeção de um desmate zero em 2013", afirmou o superintendente do Ibama no Amazonas, Henrique Pereira.
 
Com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), os números apontam que o Amazonas registrou 295,64 quilômetros quadrados desmatados este ano, ante 1.558 km² em 2003, segundo fotos colhidas por satélites. No ano passado, foram cortados 610,64 km². Além da redução do desmatamento, o Estado do Amazonas também apresentou este ano o menor índice de focos de calor dos últimos cinco anos. Foram detectados 1.081 focos contra 1.138 no ano passado, diminuindo assim as queimadas associadas às atividades agropastoris.
 
Para o superintendente do Ibama, o fato de o Amazonas ter diminuído o índice dos desmatamentos progressivamente, apresentar uma tendência matemática de diminuição desses índices e ser o Estado da região amazônica menos desmatado pode ser explicado por dois fatores. O principal é a falta de acesso rodoviário às matas. "Quem desmata no Amazonas tem de desbravar mata virgem porque não há estradas", afirmou. Além disso, para ele, a atuação conjunta dos governos estaduais e federal de fiscalização e autuação tem se mostrado eficiente, além da criação de Unidades de Conservação.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS