close
logorovivo2

Amazonas - Treze presos tentam fugir por túnel e são encurralados pelos policiais em Manaus

Amazonas - Treze presos tentam fugir por túnel e são encurralados pelos policiais em Manaus

DA REDAÇÃO

14 de Outubro de 2007 às 10:14

Amazonas - Treze presos tentam fugir por túnel e são encurralados pelos policiais em Manaus

FOTO: (Divulgação)

Treze presos tentaram fugir ontem(13), da Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro, por um túnel cavado de uma cela do raio B até a avenida Lourenço Braga, que fica atrás da penitenciária. *O plano foi frustrado pelos sentinelas que vigiam o muro dos fundos da cadeia, que ouviram, por volta das 12h, os detentos batendo na tampa do esgoto da calçada da avenida Lourenço Braga, onde hoje está o complexo do Prosamim. “Antes dos sentinelas ouvirem o barulho, estava sendo feita uma busca interna, porque demos falta dos detentos na contagem. Lá embaixo, na galeria de esgoto, os detentos se depararam com uma parede de concreto, viram que não tinham para onde ir, e começaram a bater na parede e na tampa do esgoto”, explicou o diretor da Cadeia Pública, Joziney Vieira de Lima. *Os guardas pediram a operários de uma obra nas proximidades que aumentassem o buraco da tampa do esgoto, e cercaram os fugitivos. Os 13 detentos foram rendidos e levados em fila de volta para a cadeia, por mais de 30 PMs. *De acordo com o diretor, o túnel tinha cerca de 50 metros de comprimento e foi cavado na cela 25 do raio B, uma das quatro galerias da prisão, onde ficam os presos que aguardam julgamento por crimes de roubo, furto ou latrocínio (roubo seguido de assassinato). *Os presos usaram, segundo Lima, colheres, barras de ferro e outros materiais para cavar o buraco. Após serem recolhidos de volta, os presos foram isolados por 30 dias, sem direito a banho de sol ou visitas. *Lima afirmou que, a partir de segunda-feira, eles serão ouvidos pela Comissão Disciplinar formada por técnicos da Cadeia Pública. Os juízes das Varas onde tramitam os processos dos 13 detentos serão informados da tentativa de fuga. Em caso de condenação no julgamento, o juiz poderá considerar isso como agravante da pena. *O diretor disse que será aberta investigação para descobrir como foi feita a escavação do túnel, e se os detentos tiveram ajuda externa ou interna para tentar fugir. “A estrutura aqui é antiga, o que dificulta o planejamento de segurança para garantir que não haja fugas”, reconheceu Lima. *Este ano, segundo ele, houve oito tentativas de fuga, seis delas frustradas. Nas outras, 13 presos escaparam. Em agosto, oito pessoas fugiram e cinco foram recapturadas. No último sábado, 7, cinco homens fugiram e nenhum foi recapturado até ontem. Atualmente, 400 pessoas estão presas na Vidal Pessoa. * Fonte: Diário do Amazonas - GS

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS