close
logorovivo2

Roraima - Venezuela e Brasil - Operação terá 120 militares e 20 aviões

Roraima - Venezuela e Brasil - Operação terá 120 militares e 20 aviões

DA REDAÇÃO

4 de Abril de 2007 às 09:03

Roraima - Venezuela e Brasil - Operação terá 120 militares e 20 aviões

FOTO: (Divulgação)

A Força Aérea Brasileira (FAB) e a Aviação Militar Venezuelana vão realizar durante esta semana exercício conjunto com a Aviação Militar Brasileira na fronteira dos dois países. A IV Operação Venbra (Venezuela e Brasil) foi lançada ontem pela manhã, na Base Aérea de Boa Vista. *A operação irá envolver 120 militares, sendo 88 brasileiros e 32 venezuelanos. Serão utilizadas 20 aeronaves, 13 brasileiras e 7 venezuelanas. Conforme disse general da Brigada Venezuelana, Luis Berroteran, e o major-brigadeiro Ricardo Machado Vieira, do Brasil, serão realizadas diversas simulações durante toda a semana. *Para a operação está sendo utilizado pela primeira vez o avião A-29 substituindo o modelo T-27, com maior capacidade de combate e uma maior autonomia de vôo. *O objetivo é aprimorar a capacidade dos pilotos e controladores de vôo, brasileiros e venezuelanos, de combater o tráfego aéreo ilícito na região da fronteira entre os dois países e diminuir a quantidade de vôos irregulares, que são aqueles que decolam sem pedido de permissão. *Durante os exercícios de simulação serão empregadas aeronaves-alvos militares como se fossem tráfegos ilícitos. Os aviões irão cruzar uma linha de fronteira fictícia estabelecida entre Brasil e Venezuela, nos dois sentidos. Para localizá-los serão empregados radares e ações para interceptar aeronaves dos dois países. *Segundo o major-brigadeiro Ricardo Machado, este tipo de atuação bilateral traz diversos benefícios como o estreitamento dos laços entre os dois países e uma padronização nos trabalhos desenvolvidos pela Base Aérea. *PREPARAÇÃO- Desde o dia 15 de março, equipes de diversas organizações militares estão atuando para que todo a infra-estrutura esteja em perfeito funcionamento. *Na área do controle do espaço aéreo, 34 militares do Centro de Computação da Aeronáutica (CCA-RJ), do IV Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Cindacta IV) e do 1º Grupo de Comunicações e Controle (1º GCC) estão envolvidos na montagem e operação do Órgão de Controle de Operações Aéreas Militares (OCOAM). *A função é coordenar todas as informações sobre tráfego aéreo na área da operação e repassá-las aos usuários brasileiros e venezuelanos, com a maior precisão possível. Ao todo, foram trazidas mais de oito toneladas de equipamentos, que estão instalados em dois shelters.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS