close

SAFRA 2019/2020: Clima é positivo entre os produtores rurais para o início do plantio de soja

Todos esperam pela chegada das chuvas para amenizar a fumaça que se faz presente na região com muita intensidade

SECOM - GOVERNO DE RONDÔNIA

18 de Setembro de 2019 às 14:15

SAFRA 2019/2020: Clima é positivo entre os produtores rurais para o início do plantio de soja

FOTO: (SECOM-GOVERNO DE RONDÔNIA)

O que o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Eduardo Sampaio, assistirá amanhã (19) dando inicio oficialmente ao plantio de soja relativo à safra 2019/2020 representando à Ministra Teresa Cristina, neste estado será uma demonstração de alta tecnologia no campo e de agricultura de precisão que só se vê nos grandes estados produtores de grãos. Tudo está preparado para que os produtores rurais possam mostrar com gestos e ações que acreditam no futuro promissor do agronegócio em Rondônia.

 

Acompanhado pelo governador, Marcos Rocha, o presidente da Associação dos Produtores de Soja de Rondônia, Valdir Masutti, o secretário de Agricultura, Evandro Padovani e outras autoridades, Eduardo Sampaio verá de perto as imensas áreas preparadas para o cultivo, mesmo que de maneira ainda um pouco acanhada, pela ausência das chuvas que naturalmente estão começando a cair na região, embora que maneira esparsa para alegria dos produtores rurais.

 

Na sede da Fazenda Jaqueline, local escolhido para o evento de abertura oficial do plantio da leguminosa, tudo está preparado para receber os visitantes ilustres que além de assistir ao trabalho de técnicos equipamentos de primeira linha semeando as primeiras sementes no solo, ainda serão brindados com um churrasco, conforme frisou o diretor da Aprosoja, Marcelo Lucas da Silva. Produtores rurais de toda a região do Cone-Sul do estado, prefeitos e vereadores estarão marcando presença.

 

As gerências do Banco do Brasil e Banco da Amazônia, em Vilhena, garantiram a oferta de recursos para o plantio, custeio e investimentos, assim como não faltará verba para custear a colheita. Na realidade, de acordo com Valdir Masutti, existe uma projeção de crescimento para a colheita de soja 2019/2020, em torno de 9%, para na sequência vir o plantio do milho safrinha.

 

De outra parte empresas ligadas ao ramo da comunicação social que destacam o agronegócio em nível nacional, juntamente com os veículos regionais, estão marcando presença em Vilhena. Todos esperam pela chegada das chuvas para amenizar a fumaça que se faz presente na região com muita intensidade, apesar de todo o esforço das autoridades no combate as queimadas.

MAIS NOTÍCIAS

PRIMEIRA PÁGINA
RONDONIAOVIVO TV
DESTAQUES EMPRESARIAIS
PUBLICAÇÕES LEGAIS
COLUNAS